Posts com a tag: julgamento

Arquivos de posts

Após ter fantasias destruídas em incêndio, Tucuruvi não será julgada no Carnaval 2018

227eba30 a4f7 4260 a60f a6182ec04d89 764x10241 Após ter fantasias destruídas em incêndio, Tucuruvi não será julgada no Carnaval 2018

Local onde as fantasias eram produzidas e guardadas ficou completamente destruído pelas chamas

As escolas de samba de São Paulo decidiram, em reunião realizada na noite desta quinta-feira (4), que a Acadêmicos do Tucuruvi não será julgada no Carnaval de 2018.

A decisão veio após a agremiação da zona norte perder quase todas as suas fantasias para o desfile deste ano durante um incêndio no atelier da entidade.

Com isso, a Tucuruvi participa normalmente do desfile - é a terceira escola a desfilar na primeira noite do Carnaval de São Paulo, 9 de fevereiro -, mas não será avaliada pelos jurados. Em outras palavras, não corre risco de rebaixamento em função da tragédia.

A decisão foi unânime entre os presidentes das 14 agremiações que compõem o Grupo Especial. As outras 13 escolas participam da disputa normalmente, seguindo os critérios de rebaixamento e escolha da campeã.

Independentemente disso, a Tucuruvi vai concentrar esforços para refazer seu desfile e levar o enredo Uma Noite no Museu da melhor forma possível para o público e, claro, toda a comunidade da escola.

A decisão só reforça a grandiosidade do Carnaval paulistano e das escolas de samba que o fazem. Por mais esforço e ajuda vinda de toda a parte, a proximidade do desfile inviabilizaria de se fazer um espetáculo do mesmo tamanho e qualidade daquele projetado e em execução desde a metade de 2017.

Fato parecido aconteceu no Rio de Janeiro em 2011, quando um incêndio na Cidade do Samba destruiu os barracões da Grande Rio, União da Ilha e Portela. As três agremiações foram para a avenida, fizeram desfiles emocionantes de superação e não foram julgadas. Além disso, não houve rebaixamento naquele ano.

Assim, a irmandade entre as escolas só se aprofunda e a bandeira do samba pode tremular cada vez mais alta. Quanto a Tucuruvi, o jeito é seguir a melodia da canção de Martinho, renascer nas cinzas e nos emocionar.

Posts Relacionados