Carnaval 2013

9/2/2013 às 06h44

Dragões sofre com a chuva ao falar de seu símbolo

Escola foi a primeira a enfrentar problemas com o clima em sua apresentação

Thiago Calil, do R7

Passava das 5h30 quando a Dragões da Real, sexta escola a entrar na avenida na madrugada de sábado (9), iniciou seu desfile. A agremiação foi a primeira a sofrer com a chuva forte durante sua apresentação. Apesar disso, a água não foi suficiente para desanimar os componentes.

No desfile de estreia do carnavalesco André Cezari na Dragões da Real, a escola manteve seu padrão de esculturas grandiosas, bem acabadas e com fantasias bem coloridas. Na comissão de frente, uma trupe mambembe trocava de roupas durante o desfile. Em uma dessas transformações, um dragão aparecia para roubar o coração do bobo da corte.  

A ala das baianas representava a nobreza.  Elas desfilaram à frente do abre-alas. O primeiro carro da escola trazia um enorme dragão protegendo um castelo. Segundo o enredo, essa é uma das mais antigas representações no animal mitológico.

Veja fotos do desfile da Dragões da Real

Luxo! Cacau exibe colar de brilhantes que ganhou de admirador

Simone Sampaio vai para a Avenida com fantasia de R$ 80 mil

A alegoria seguinte simbolizou, entre outros elementos, a lua, lembrando que lá há um guerreiro que vive com um dragão. Várias alas lembraram como o animal foi citado em filmes e animações. O terceiro carro era em homenagem ao desenho Caverna do Dragões, com uma escultura enorme do personagem Vingador e, como destaque o Mestre dos Magos.

A cultura Chinesa, que terminou na sexta-feira (8) o ano do dragão, foi apresentada na quarta alegoria. Atrás dela, vários símbolos do Carnaval, como pierrô, colombina e malandros sambistas. Tudo para abrir caminho para o último carro, O Coração do Rei Momo Dragão, que mostrava o animal ícone da escola como rei da folia. Antes dele, porém, Claudia Colucci, a Cacau, da Escolinha do Gugu (Record), brilhou como destaque de chão da alegoria.

Com o tempo instável e o adiantado da hora, a Dragões da Real encontrou as arquibancadas do Anhembi bem mais vazias. Mas a escola não se deixou abater e cumpriu seu papel na avenida com segurança e competência.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
  • Últimas de Carnaval 2013

  • Últimas de Entretenimento

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!