Carnaval 2013

10/2/2013 às 06h50 (Atualizado em 10/2/2013 às 07h49)

Império Serrano, Cubango e Caprichosos brilham na 2ª noite de desfiles na Série A 

Escolas da Serrinha, Niterói e Pilares disputam a vaga no Grupo Especial de 2014

Do R7, no Rio

As escolas da Série A, que reúne agremiações dos antigos Grupos de Acesso A e B, mostraram que sabem fazer um Carnaval digno do Grupo Especial. Na segunda noite de desfiles, Império Serrano, Acadêmicos do Cubango e Caprichosos de Pilares entraram no páreo pela única vaga na elite do samba em 2014.

Na noite de sexta-feira (8), Viradouro e Estácio de Sá foram os destaques da noite marcada por problemas em alegorias e fantasias enfrentados pelas outras sete escolas. O Império Serrano, que foi campeã por nove vezes no Grupo Especial, apostou em carros luxuosos e gigantes na noite deste sábado (9). Com um samba forte, a verde e branco da Serrinha homenageou os encantos da cidade mineira de Caxambu.

A Acadêmicos da Cubango também promete dar trabalho na apuração dos resultados. A escola de Niterói fez um desfile correto com enredo sobre os artistas desconhecidos do grande público, com grafiteiros e artesãos.

Com um passeio pela mente humana, a Caprichosos de Pilares tentou desvendar os mistérios por traz dos vários tipos de fanatismos. A escola da zona norte cantou as paixões pelo futebol, política e religião para retornar à elite do samba. O Império da Tijuca, que homenageou a beleza das mulheres negras, também foi um dos destaques na segunda noite de desfiles da Série A.

A Renascer de Jacarepaguá e a Unidos de Padre Miguel mostraram na avenida a força das comunidades da zona oeste. Além de serem da mesma região, as duas escolas dividem o vermelho e o branco como cores oficiais.

A bordo de carros luxuosos, a Renascer se inspirou no filme Rio, do brasileiro Carlos Saldanha, para mostrar a riqueza da fauna e da flora da capital fluminense. Já a Unidos de Padre Miguel mostrou a relação dos homens com os orixás da umbanda e do candomblé.

A Sereno de Campo Grande, sexta escola a pisar na avenida, surpreendeu com alegorias e fantasias bem acabadas. A agremiação contou os dilemas que levaram o mundo ao caos, como guerras e desigualdades sociais. Passagens bíblicas do livro de Gênesis e do Apocalipse ajudaram a explicar o enredo.

A vizinha União de Jacarepaguá abriu os desfiles de sábado sem grandes surpresas. A escola cobriu a Sapucaí com histórias do município de Vassouras, no sul do Estado.

A Paraíso do Tuiuti revisitou a vida e a obra do humorista Chico Anysio, que criou mais de 200 personagens para a televisão e o teatro.

A tradição aproveitou os versos do samba da Portela de 1991 para empolgar as arquibancadas do sambódromo. A escola, no entanto, não conseguiu repetir o belo desfile da azul e branco de Oswaldo Cruz e Madureira sobre as águas do mar.

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
  • Últimas de Rio de Janeiro

  • Últimas de Carnaval 2013

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!