Nada a Perder Cinema
Entretenimento Cerca de 100 ex-presidiários vão ao cinema assistir a Nada a Perder

Cerca de 100 ex-presidiários vão ao cinema assistir a Nada a Perder

Projeto social UNP organizou a ida de pessoas que já passaram pelo sistema prisional para o cinema do shopping Center Norte, neste domingo (29)

Nada a Perder

Ex-presidiários foram ao cinema para assistir ao filme Nada a Perder

Ex-presidiários foram ao cinema para assistir ao filme Nada a Perder

Edu Garcia / R7 - 29.04.2018

O projeto social UNP (Universal nos Presídios) levou cerca de 100 ex-presidiários, neste domingo (29), para assistir ao filme Nada a Perder no cinema do shopping Center Norte, na zona norte de São Paulo.

O longa-metragem conta a história do bispo Edir Macedo, líder de um dos maiores movimentos de fé do mundo.

Entre os expectadores estava o vendedor Rodrigo Marcos, 38 anos. Ele está na rua há um mês, depois de ter ficado 11 meses preso em um presídio de Santo André (Grande SP). Para ele, o filme "é uma grande renovação para a vida".

Atualmente, Marcos trabalha como vendedor autônomo em Santo André e mora com a filha, de oito anos. Ele ainda destaca que, depois que conheceu o projeto UNP no período que estava preso, parou de usar drogas. "Eu era viciado em crack, cocaína e álcool. Estava sem ver a minha filha por causa disso. Mas agora vivo com ela de novo", conta.

Segundo o bispo Eduardo Guilherme, coordenador da UNP, a ida dos ex-presidiários ao cinema é um momento "muito especial" para o projeto. "Estamos provando para a sociedade que eles que estavam atrás das grades podem voltar à convivência normalmente com a sociedade, podem ser reintegrados", afirma.

"Esse filme vai abrir a visão de muita gente, de um homem que superou as humilhações e venceu na vida, por isso eu tenho muito que aprender", disse o morador de Santo André Deivid de Souza Nascimento, 26, pouco antes de entrar na sala do cinema. Ele foi preso o início de 2016, acusado de participação em um assalto, e está solto há dois meses.

Outra pessoa que já foi presa e compareceu no cinema neste domingo é o jovem Rodrigo Trajano, 24 anos. O rapaz ficou três anos preso por tráfico de drogas, passando pelos presídios de Guarulhos (Grande SP), Osvaldo Cruz (575 km de São Paulo) e Hortolândia (115 km da capital) e há um ano está livre.

"O filme do bispo Edir Macedo vem para inspirar a mim e outras pessoas, a história de vida dele pode ajudar outras pessoas", diz Trajano. O jovem conta que já assistiu ao filme, mas retornou aos cinemas para acompanhar novamente.

Veja fotos da sessão de Nada a Perder no shopping Center Norte no domingo: