• Twitter Created with Sketch.

Coreógrafa aplaude dançarinas plus size no ensaio do Domingo Show: “Muito dedicadas e estão levando a sério”

Veja os bastidores da grande apresentação que rolou ao vivo no domingo (16)

Rafael Molica, do site oficial

Grupo Cheia de Curvas arrasou no palco do Domingo Show e nos ensaios
Grupo Cheia de Curvas arrasou no palco do Domingo Show e nos ensaios Rafael Molica/R7

O domingo (16) se transformou em um dia único nas vidas de Sanny, Eloisa, Suelen, Alexandra, Jacyara e Ivana. As integrantes do grupo Cheia de Curvas se apresentaram pela primeira vez na TV e para todo o Brasil um show empolgante no palco do Domingo Show. Durante a performance, o sexteto caprichou ao som de Beyoncé, Anitta, Ludmilla e mais nomes da música. Para chegar ao impressionante resultado final, o Cheia de Curvas não descansou um segundo durante os ensaios.

Elas tiveram apenas dois dias para aprender várias coreografias e surpreender as juradas. Disciplinadas, as bailarinas permaneceram atentas às orientações da coreógrafa Paola Crosara, responsável por ensinar os passos. Nos bastidores e durante os ensaios, a profissional listou quais desafios elas enfrentaram.

— É difícil pelo tempo e não existe uma coreografia que todas faziam. O desafio mesmo é a unidade, é a gente conseguir que todas façam no mesmo tempo, o mesmo movimento e conseguir transformar uma aula de dança em um show, que é o que vai para o palco.

Paola Crosara passou todas as dicas durante os ensaios
Paola Crosara passou todas as dicas durante os ensaios Rafael Molica/R7

A coreógrafa encarou a missão especial de frente e se surpreendeu com a garra das seis estrelas que brilharam no Domingo Show.

— Adoro esses desafios e quando vem pessoas que não têm um corpo tão propício a dança - porque para elas o peso é muito maior, a dificuldade é maior, o cansaço é maior. Mas a gente vê que elas querem, que têm o gingado, a graça. Isso é muito legal, uma superação mesmo. Fico honrada de fazer esse trabalho e muito feliz de ver que as pessoas se superam e que servem como exemplo para todo mundo.

“Sinônimo de liberdade”

Dona de uma história de superação de preconceitos, Sanny encontrou na dança um jeito de se expressar para o mundo. É na casa dela que as integrantes do Cheia de Curvas costumavam ensaiar. A prática, aliás, é algo que a acompanha diariamente.

— Para mim, a dança é um sinônimo de liberdade. Ninguém que não sente prazer dançando vai dançar. Ninguém dança obrigado. As pessoas dançam porque gostam daquilo e porque se sentem bem e, para mim, é libertador. É onde consigo mostrar através de uma ação que eu não sou diferente de ninguém. Ensaio uma vez por semana e danço todo o dia. Quando não dá para dançar, parece que o dia não foi legal, não fui eu.

Sexteto encontrou na dança uma maneira de se expressar
Sexteto encontrou na dança uma maneira de se expressar Rafael Molica/R7

Estar no palco do Domingo Show é uma mistura de empolgação com responsabilidade. Além de se apresentar para um grande número de pessoas, Sanny vê sua atitude como algo estrategicamente importante.

— Falo pelas meninas também, que acredito que sentem a mesma coisa que eu: é uma responsabilidade muito grande. Toda a vez que a gente está exposta, a gente é passível de julgamento, como acontece com todas as pessoas. A gente está sendo exposta, é gordinha, ninguém aqui é jovenzinha, na base dos seus 30 e poucos anos, e mãe família. Mas a gente acredita que as mulheres, que estão em casa que também são mães de família, que já viveram muita coisa, que já criaram seus filhos, são aptas a dançar ou a fazer algo que gostem independente do seu biótipo. O corpo da gente não é limitador de ninguém. Quem vai dizer se você está limitado ou não é você mesmo. Todo mundo tem as suas limitações, independentemente de serem gordos ou não. Se a gente puder motivar um pouco aquelas pessoas que estão nos vendo e as fazerem perceber que o que a gente está fazendo a gente faz por amor, que não é sacrifício algum, acho que a gente já sai daqui feliz.

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log