Você está aqui: Página Inicial / História

História

Texto:

-A +A

Dona Xepa é uma novela de Gustavo Reiz, inspirada na peça teatral homônima de Pedro Bloch. O texto é escrito com Joaquim Assis, Mário Vianna, Mariana Vielmond e Valéria Motta. A direção geral é de Ivan Zettel.

A novela conta a história de uma mãe que faz tudo pelos filhos. Sem muita instrução, Dona Xepa (Angela Leal) fala tudo errado e isso envergonha os filhos Rosália (Thais Fersoza) e Édison (Arthur Aguiar). A feirante ganhou esse apelido por distribuir as sobras em sua barraca aos pobres. Abandonada pelo marido Esmeraldino (José Dumont), Xepa sustenta os filhos trabalhando muito. Rosália é advogada, bonita, ambiciosa, detesta a vida que leva e fará de tudo até conseguir se infiltrar no mundo rico. Já Édison é estudante de arquitetura e apesar de ter vergonha da mãe em alguns momentos, não consegue fazer nada para prejudicá-la.

Nas tramas paralelas também teremos mais conflitos entre mães e filhos. Por exemplo, Rayana Carvalho interpreta Lis, filha de Meg Pantaleão (Luiza Tomé), uma mulher rica, fútil, uma típica perua paulistana que ostenta sua riqueza e tem horror a pobre. Lis tem vergonha da excentricidade da mãe. Também teremos a presença de alguns personagens cômicos, dentre eles, Graxinha (Augusto Garcia). O personagem é o mecânico da vila, um sujeito divertido e exótico. Herdou uma oficina do pai, de onde tira o seu sustento. Inegavelmente, Graxinha é completamente diferente da conhecida figura do mecânico; é afeminado, sensível, educado e frágil.

HORÁRIO DE DONA XEPA NA RECORD: SEGUNDA A SEXTA, ÀS 22H15