R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Famosos e TV/Notícias

Icone de Famosos e TV Famosos e TV

publicado em 28/07/2011 às 19h05:

"Alexandre Pato não pode ser preso", diz advogado

João Paulo Lins e Silva afirmou que o pagamento de pensão a Sthefany Brito está suspenso

Giovani Lettiere, do R7, no Rio


Publicidade

Advogado do jogador Alexandre Pato, João Paulo Lins e Silva afirmou ao R7 que o seu cliente não pode ser preso por falta de pagamento de pensão alimentícia, como desejam os advogados da atriz Sthefany Brito, ex-mulher do atleta.

- Alexandre Pato não pode ser preso. A sentença está suspensa por liminar.

A liminar a que Lins e Silva se refere é a conseguida na terça-feira (26), na 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que acatou o recurso do jogador de futebol e suspendeu a sentença de 28 de fevereiro da juíza Maria Cristina Brito Lima, da 1ª Vara de Família do Fórum da Barra da Tijuca. Na época, Sthefany ganhou o direito de uma pensão alimentícia de R$ 50 mil mensais até março de 2012.

O advogado confirmou que nenhum depósito judicial de R$ 50 mil chegou a ser pago à atriz, já que ele entrou com recurso suspensivo - só julgado a seu favor agora - imediatamente.

- Ele [Alexandre Pato] não chegou a pagar nenhuma pensão de R$ 50 mil, tendo em vista a possibilidade da suspensão dos efeitos da sentença, como de fato aconteceu. Os alimentos não são compensados. Isto é, uma vez pagos, não podem ser devolvidos. Se ele pagasse, e tivesse uma decisão nova, do Tribunal de Justiça, determinando outro valor menor, o Alexandre não poderia requerer a diferença de volta. Evitando um possível prejuízo desnecessário se fez obrigatório o pedido da suspensão temporária da sentença até o julgamento do recurso.

O julgamento final da sentença não tem prazo para acontecer. Mas será ainda este ano, garantiu Lins e Silva.

- Acredito que o julgamento final, da apelação, possa ocorrer ainda este ano. Sem previsão com relação ao recurso desta semana. A decisão liminar foi dada terça-feira. Ainda será aberta vista aos advogados da Sthefany.

Pato, a título de pensão alimentícia provisória, pagou R$ 5.000 mensais à atriz de abril de 2010 a fevereiro deste ano, até receber a decisão de R$ 50 mil, valor com o qual o jogador diz não concordar.

O R7 procurou os advogados de Sthefany Brito, Gisele Pazzini e Filipe Jacon, que estavam numa reunião fora do escritório, no Rio, e não retornaram as ligações.

A assessoria de imprensa da atriz diz ela não fala sobre o assunto e que está focada nas gravações da próxima novela das seis da Globo, A Vida da Gente, de Lícia Manzo e que estreia no fim de setembro no lugar de Cordel Encantado.

Sthefany Brito e Alexandre Pato se casaram em julho de 2009 com um festão de arromba no hotel Copacabana Palace, na zona sul no Rio. Em março de 2010, o jogador pediu a separação. Consta que o casamento acabou por conta de interferências da família da atriz. Sthefany também não estava gostando das saídas noturnas do jogador na Europa. Nenhum dos dois deu, até hoje, declarações sobre o que motivou o fim do conto de fadas.

Mas a fila já andou para ambos. O jogador está namorando atualmente Barbara Berlusconi, filha do primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi. Já a atriz está com o estudante carioca Igor Raschkovsky, de 23 anos, desde abril.

Aproveitando o tema, você sabe tudo sobre boleiros que namoram celebridades? Faça o nosso quiz e prove!

Veja as respostas do teste!

 

Acompanhe tudo sobre A Fazenda

Quer saber tudo sobre as celebridades gringas? 
Você gosta de ver reality show na televisão? 

Acompanhe a novela Rebelde
Veja mais da trama de Vidas em Jogo

Leia tudo o que rola com as celebridades do Brasil
Fique por dentro de cinema, música, moda, beleza, dietas e mais!

Veja mais notícias do R7
Faça seu e-mail no R7
Acompanhe o R7 no Twitter
Conheça a cena pop da atualidade
Veja os sites dos programas da Record

 
Veja Relacionados:  alexandre pato, sthefany brito, pensão, briga, jurídica, separação, casamento, litigioso
alexandre pato  sthefany brito  pensão  briga  jurídica  separação  casamento  litigioso 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping