R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

24 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Famosos e TV/Notícias

Icone de Famosos e TV Famosos e TV

publicado em 17/04/2010 às 06h00:

Antonio Petrin está magoado com a TV

Ator não quer saber de fazer novela tão cedo e prefere se dedicar ao teatro

Miguel Arcanjo Prado, do R7

Em cartaz em São Paulo com a peça Seria Cômico Se Não Fosse Sério, no teatro Tucarena, o ator Antonio Petrin não quer saber de fazer novela tão cedo. 

Em conversa com o R7, ele se mostrou cansado e um tanto quanto decepcionado com as duas últimas novelas que fez no SBT, Revelação e Vende-se Um Véu de Noiva, ambas escritas por Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos. O ator falou que está decepcionado com a TV.

- Eles fazem tudo hoje com o olho no Ibope. Se você assistir Big Brother, A Fazenda ou outras coisas medíocres do tipo, pode ver como a situação está. E esses programinhas que nem o Pânico e o CQC, que ficam na porta de eventos sociais fazendo brincadeiras de extremo mau gosto? A TV tem possibilidade de criar coisas magníficas, mas há preguiça e incompetência.

O ator recorda da série Malu Mulher, exibida pela Globo em 1979, como exemplo de uma produção de qualidade. Ele interpretava o pai da protagonista Malu, vivida por Regina Duarte, que mostrava o conflito da mulher separada. Outra produção da qual guarda boa lembrança é Pantanal, exibida pela Manchete em 1990.

- Era uma novela ousada, que fugia do padrão da TV até então. Hoje, na TV, só tenho paciência para ver futebol e noticiário.

O ator também está decepcionado com os que os jovens artistas.

- Essa nova geração só quer saber de dramaturgia superficial. 

Sobre a experiência no SBT, Petrin diz não guardar saudade.

- Atualmente, eu não estou contratado de nenhuma emissora e nem quero. Fiz duas novelas seguidas no SBT que consumiram um pouco da minha paciência. Foi muito desgastante, porque novela é complicada demais. Esses folhetins acabam não tendo sentido nenhum e você só se aborrece. Quero dar tempo para o teatro e talvez faça um filme neste ano. Quero trabalhos que me gratifiquem como ator e façam da minha profissão algo inteligente.

Sobre seu papel na peça, o sisudo Edgar, ele diz ser um “monumento de preconceito”. No espetáculo, ele atua com a veterana Ana Lúcia Torre.

- É um homem rico e muito contraditório, que gosta de ficar vomitando regras para todos, se achando acima do bem e do mal. Mas no final ele é surpreendido pela vida. É um personagem que todo ator teria prazer em representar.


Veja Relacionados:  Antonio Petrin, ator
Antonio Petrin  ator 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping