R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Famosos e TV/Notícias

Icone de Famosos e TV Famosos e TV

publicado em 29/08/2010 às 17h48:

Morre aos 79 anos criador da série de TV O Vigilante Rodoviário, sucesso na década de 1960 na Tupi

Enterro do corpo de Ary Fernandes está marcado para esta segunda (30) às 11h

Miguel Arcanjo Prado, do R7

Publicidade

Morreu em São Paulo, por volta das 7h deste domingo (29), no hospital estadual do Mandaqui, o cineasta, diretor e produtor de TV paulistano Ary Fernandes. Ele tinha 79 anos.

O artista é o criador da série O Vigilante Rodoviário, grande sucesso na década de 1960 na extinta TV Tupi.

Fernandes foi o autor da canção-tema da série, que começava com os versos: “De noite ou de dia, firme no volante, vai pela rodovia bravo vigilante”.

Homem de cinema, dirigiu mais de 130 filmes. Ele foi também ator e locutor.

O corpo será velado no cemitério Chora Menino, em Santana (r. Nova dos Portugueses, 141), região norte da capital paulista, a partir do começo desta noite. O velório será aberto a amigos, familiares e fãs.

Funcionários do cemitério informaram à reportagem do R7 que o enterro do artista está marcado para as 11h desta segunda-feira (30).

Ary Fernandes morreu em decorrência de complicações de saúde provocadas por um AVC (acidente vascular cerebral) sofrido em 2005. Ele deixa viúva, Ignez Peixoto Fernandes, e dois filhos, Fernando e Vânia Fernandes.

Autor do livro Alamanaque da Telenovela Brasileira, o pesquisador Nilson Xavier confirma a importância de Ary Fernandes na TV do país.

- O Vigilante Rodoviário foi a primeira série de aventura feita no Brasil. E o principal é que era um seriado feito com qualidade, razão de seu sucesso por muitos anos. Era filmada em película de cinema, para concorrer com os enlatados norte-americanos. 

O pesquisador lembra que, apesar de mais de 200 atores terem se candidatados ao posto de protagonista da série, que teve 38 episódios, foi o assistente de produção de Fernandes, Carlos Miranda, que abocanhou o papel. 

Miranda gostou tanto de ser o inspetor Carlos na TV, patrulhador das estradas com seu cão Lobo, que, ao largar a vida artística, resolveu se tornar um vigilante rodoviário de verdade e aposentou-se em 1988 como tenente da Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo.


Veja Relacionados:  o vigilante rodoviário,
o vigilante rodoviário 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping