Combate ao machismo deve começar cedo em casa e na escola

O caso do estupro coletivo de uma jovem de 16 anos no Rio de Janeiro provocou uma onda de protestos em todo o País e aqueceu a discussão sobre questões de gênero. Como se pode combater o machismo, tão enraizado na sociedade? Para especialistas, esse combate deve começar já na infância. Veja a rotina de uma família com duas crianças e de um colégio que se propuseram a problematizar as diferenças que o senso comum traça para homens e mulheres. O objetivo é mudar já na raiz um comportamento que resulta invariavelmente em algum tipo de violência contra o sexo feminino.

  • Espalhe por aí:

Últimos vídeos

Todos os vídeos
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico
Video_box_small.ico

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!