Carnaval 2016
Entretenimento Império de Casa Verde, Mocidade Alegre e Vila Maria devem brigar por campeonato

Império de Casa Verde, Mocidade Alegre e Vila Maria devem brigar por campeonato

Gaviões da Fiel e Dragões da Real também prometem entrar na briga

Império, Mocidade e Vila Maria devem brigar por campeonato

Tigres do abre-alas da Império de Casa Verde: luxo e gigantismo nas alegorias

Tigres do abre-alas da Império de Casa Verde: luxo e gigantismo nas alegorias

Eduardo Enomoto/R7
Ousadia da Mocidade Alegre levantou a arquibancada

Ousadia da Mocidade Alegre levantou a arquibancada

Eduardo Enomoto/R7

Após o desfile das 14 escolas do Grupo Especial, difícil é apontar as escolas que mais têm chance de faturar o campeonato. Ou melhor, dizer é fácil. O problema é apostar em poucas agremiações, já que tantas terminaram suas apresentações em condições de colocar a mão na taça. Império de Casa Verde, Mocidade Alegre e Unidos de Vila Maria talvez tenham uma pluma de faisão de vantagem. Mas Gaviões da Fiel, Dragões da Real e Águia de Ouro também estão na briga.

Na sexta-feira (5), a Unidos de Vila Maria fez um desfile surpreendente em homenagem a cidade Ilhabela (SP). Criativa e plasticamente perfeita, a escola animou as arquibancadas do Anhembi. A Águia de Ouro também fez uma apresentação impecável e emocional no enredo Ave Maria, Cheia de Faces.

Unidos de Vila Maria levou os atrativos de Ilhabela para a avenida

Unidos de Vila Maria levou os atrativos de Ilhabela para a avenida

Eduardo Enomoto/R7

Gaviões da Fiel levantou as arquibancadas para falar sobre o poder de imaginação da mente humana. Carros grandiosos e uma comissão de frente riquíssima foram os destaques. Nenê de Vila Matilde, que cantou Claudia Raia, e Acadêmicos do Tatuapé, que homenageou a Beija-Flor de Nilópolis, também emocionaram com ótimas apresentações.

No sábado (6), a Peruche abriu com uma bela e merecida homenagem ao centenário do samba. Na sequência, a Império de Casa Verde relembrou seus desfiles vitoriosos com um luxo de deixar a arquibancada de boca aberta. Sem falar no show da bateria Barcelona do Samba e do intérprete Carlos Jr.

Já a Mocidade Alegre mostrou seu profissionalismo de sempre na avenida, ousando em paradonas que levantaram o público e em uma plástica vibrante. A atual campeã Vai-Vai cantou a França e mostrou toda a força de sua comunidade, enquanto a Dragões da Real usou de bom humor e leveza para falar sobre presentes. Além disso, a escola teve uma ótima e compacta evolução, além de contar com um acabamento impecável das criativas alegorias.

Como palpites são apenas palpites, vamos ter que esperar até terça-feira (9) para saber o que diz a realidade das notas.

Veja como foi a segunda noite de desfiles do Grupo Especial: