Ângelo Paes Leme em cena como José já governador do Egito. Foto: Munir Chatack/Record

A vida de José no Egito começa a sofrer uma grande virada quando o jovem hebreu, que chegou como escravo ao local, ganha a confiança do Faraó Apopi. E isso se dá por conta do dom de Deus que permite que José interprete sonhos.

Leonardo Vieira, ator que dá vida ao poderoso egípcio, adiantou para o R7 como será a aproximação de José e Faraó.

— José é chamado após um servo contar ao Faraó que conhece um rapaz que consegue interpretar sonhos. Apopi manda chamar esse sujeito, que é o José, ele interpreta o sonho depois de muitos adivinhadores e o faraó acredita nas palavras dele. A partir desse momento, o Faraó dá para José o maior poder abaixo dele, que é o de governador do Egito.

** Eduardo Lago “humaniza” Pentephres e rejeita título de vilão

Com o título em mãos, José vira o administrador do Egito. Toda a prosperidade da sociedade egípcia depende de suas decisões. Tamanho poder, claro, vai despertar a inveja de muitos homens, principalmente de Pentephres (Eduardo Lago), sacerdote do Faraó.

— O Pentephres está sempre tentando passar a perna em José porque ele se acha no direito de ter o lugar dele. Até porque José é um hebreu, estrangeiro, um cara de outra região, cultura... Pentephres não admite isso e faz de tudo para acabar com José.

Fique ligado em todas os dramas de José do Egito, na Record!