R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Moda e Beleza/Notícias

Icone de Moda e Beleza Moda e Beleza

publicado em 15/11/2010 às 09h00:

Descubra qual é o seu tipo de pele

Aprenda as diferenças e saiba se ela é oleosa, mista ou seca

Nadia Heisler, do R7

Publicidade

Na hora de comprar hidratante, sabonete, protetor solar e até mesmo maquiagem, é comum que ressurja aquela famosa dúvida: “afinal, a pele do meu rosto é oleosa, mista ou seca?”.

Muita gente ainda não sabe detectar qual tipo de pele possui. Sendo assim, ao escolher os cosméticos errados, alguns problemas podem ser agravados, como espinhas, cravos, brilho excessivo decorrente da produção de sebo ou descamação.

Antes de tudo, vale a pena dizer que a idade é um fator muito importante na hora de entendermos a nossa pele. Segundo a dermatologista Aparecida Machado de Moraes, chefe de dermatologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), acima dos 60 anos, é muito comum que a pele seja seca.

- Em geral, as pessoas acima dos 60 anos têm diminuição da produção sebácea da pele e, sendo assim, ela tende a ficar mais seca.

Além disso, apesar de haver uma crença de que todo homem tem pele oleosa, eles podem se encaixar em qualquer grupo.

- Ambos os sexos apresentam as mesmas variações de pele. Há, entretanto, mais oleosidade na pele masculina pela influência hormonal.

A pele ao redor dos olhos, por sua vez, é diferenciada, como explica a especialista.

- Ela é mais fina e mais seca por ter poucas glândulas sebáceas.

Portanto, na hora de passar cremes no rosto, pule essa região e prefira usar produtos específicos para a área.



Oleosa

A pele oleosa tem mais secreção e brilho, principalmente na região central da face, a famosa zona T (testa, nariz e queixo), nas regiões laterais, como bochechas e têmporas, e também no maxilar.

De acordo com Aparecida, observa-se também a dilatação dos poros e algumas pessoas tendem a apresentar mais cravos, isso sem falar nas espinhas.

A pele oleosa, mesmo que receba uma maquiagem incrível, pode fazer com que ela desapareça ou se “desmanche” em poucas horas, por causa do excesso de oleosidade.

Mas é importante saber dividir as áreas do corpo para saber se a sua pele é oleosa. A dermatologista afirma que muitas pessoas possuem a pele do corpo seca e, por isso, acham que a do rosto não pode ser oleosa. Segundo ela, isso é um engano e uma característica muito comum nesse grupo de pessoas.

Após o banho, pessoas que têm esse tipo de pele podem sentir desconforto e uma ligeira sensação de ressecamento. Nesse caso, a dermatologista recomenda aplicar um hidratante fluido, aquoso, em gel ou sérum. Também não adianta ficar lavando o rosto toda hora. Isso pode provocar efeito rebote, fazendo com que a pele produza ainda mais sebo. Três vezes por dia já é suficiente.

A boa notícia é que quem tem pele oleosa tem os sinais de envelhecimento mais tardios por ter uma lubrificação diária muito maior comparada a outros grupos de pele. 

Mista

A pele mista pode apresentar os mesmos sinais da pele oleosa, mas somente na região central da face.

- Nas demais áreas, como pálpebras, têmporas, bochechas e maxilar, a pele é seca.

Seca

A principal característica da pele seca é a pouca lubrificação sebácea. Pode ocorrer uma fina descamação e, além disso, segundo Aparecida, a pessoa pode ter uma sensação de desconforto na pele, devido à pouca maleabilidade dela.

- Algumas áreas, como as têmporas e as regiões próximas à mandíbula, podem apresentar algumas linhas finas e um aspecto mais esbranquiçado.

Se você possui bastante espinha, provavelmente não se encaixa neste quadro.

- A pele com espinhas ocorre por causa da maior produção sebácea, o que não acontece em quem tem pele seca. Há situações, entretanto, de doenças da pele que podem ter ressecamento e acne ao mesmo tempo.

Nesses casos, o ideal é consultar um dermatologista.

Mas se você sente uma grande melhora no aspecto da sua pele quando está em ambientes úmidos ou em climas mais quentes, pode ser que você faça parte desse grupo. Além disso, pessoas que têm linhas finas e rugas com pouca idade, mesmo sem fumar ou tomar muito sol, também podem se encaixar perfil.

Pele sensível

Tome cuidado. Pele sensível não necessariamente é sinônimo de pele seca ou oleosa.

- Esse conceito refere-se àquela pessoa que tem pouca tolerância a cosméticos, reagindo com ardor ou leve coceira mais facilmente. Esta sensibilidade também pode ocorrer com variações de temperatura, tornando a pele mais avermelhada e quente.

Resumindo, a pele sensível é aquela que tem mais intolerância aos fatores ambientais.

Apesar disso, notar um aumento da oleosidade da pele no verão e sentir um pequeno ressecamento no inverno é bastante normal e frequente, segundo Aparecida.

Cuidados especiais

Segundo a dermatologista, a rotina de cuidados com o rosto deve ser a mesma, independente do tipo de pele de cada um.

- Os cuidados mais importantes são limpar e hidratar. Tonificar a pele não é uma recomendação relevante.

A especialista ainda afirma que, antes de comprar cosméticos básicos, como hidratantes e produtos de limpeza, não é necessário passar por uma consulta dermatológica.

- A recomendação em geral é que as peles oleosas evitem produtos encorpados e densos, que são mais gordurosos.

De acordo com Aparecida, para as peles secas, ao contrário, são indicados cremes e loções mais consistentes.

- Já as peles mistas devem receber produtos intermediários, como loção ou gel-creme.


Veja Relacionados:  pele,oleosa,mista,seca
pele  oleosa  mista  seca 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping