R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Moda e Beleza/Notícias

Icone de Moda e Beleza Moda e Beleza

publicado em 24/07/2011 às 10h23:

Gaúchas ampliam supremacia no Miss Brasil

Rio Grande do Sul é o Estado com maior número de vitórias no concurso de beleza nacional

Gabriela Quintela, do R7


Publicidade

Com a eleição da gaúcha Priscila Machado como Miss Brasil neste sábado (23), o Rio Grande do Sul chega a 11 títulos em mais de meio século de disputa. É o Estado com maior número de vitórias no concurso de beleza nacional.

Os gaúchos ampliam, assim, a vantagem sobre os mineiros: o placar está em 11 títulos para o RS, contra 8 para Minas.

Veja fotos do Miss Brasil 2011

Os dois Estados são os mais tradicionais em concursos de beleza. No Rio Grande do Sul, a “fábrica” de misses é comandada pelo polêmico Evandro Hazzy, professor de candidatas a concursos de misses e especialista em assessoria de imagem , enquanto em Minas a central fica no município de Divinópolis.

Desta vez, no entanto, a gaúcha não estava entre as favoritas. Aliás, as candidatas mais faladas tiveram ontem classificações abaixo do esperado, como a miss Distrito Federal, Alessandra Baldini, 24, que não chegou ao top 5, ou as candidatas de São Paulo, Rafaela Butarelli, 22, e Amazonas, Tammy Cavalcante, 23, respectivamente em quarto e quinto lugares.

A mineira Izabela Drumond ficou apenas entre as 15 finalistas, na pior participação de Minas desde 2002.

Sempre as morenas

É o 6º ano seguido em que a vitória vai para uma morena de pele branca e cabelo longo e escuro – pelo visto, o sucesso da mineira Natália Guimarães permanece como referência. Todas as dez finalistas, aliás, eram desse biótipo.

Não havia nenhuma negra entre as 27 moças. Já as duas loiras tiveram algum destaque: Renata Lustosa, 22, do Piauí, foi eleita miss Simpatia (mas não chegou ao top 15), e Michelly Bohnen, 21, de Santa Catarina, foi a escolhida do público para uma vaga entre as 15 finalistas.

Adeus

Transmitido pela Band, o concurso foi apresentado por Adriane Galisteu e Nayla Micherif, e contou com apresentações de Diogo Nogueira e do DJ Marcelinho da Lua.

A miss Brasil 2010, Débora Lyra, vestiu vermelho para seu último desfile. Depois de superar uma depressão que a fez ganhar cerca de 10 kg, a morena apareceu bem mais esbelta no palco do HSBC Brasil para dar adeus ao título.

Entre os trajes típicos, o prêmio foi para a miss Rio de Janeiro, Mariana Figueiredo, 24. Meio futurista, o vestido do estilista Alex Castro era feito de cartões postais e representava um voo sobre os principais pontos turísticos da cidade. Também chamou atenção o traje da miss gaúcha, com asas, lembrando uma angel da Victoria’s Secret. Seria uma homenagem às angels que o Rio Grande do Sul já produziu? Não, era uma homenagem ao anjo do Natal de Gramado.

A nova miss Brasil, aliás, é tipicamente gaúcha: adora um chimarrão. Logo após o anúncio da vitória, surgiu no palco uma bandeira do Grêmio, clube do coração da bela. Modelo e estudante de jornalismo, a morena admite ter feito três cirurgias plásticas: rinoplastia, lipoaspiração e implante de silicone nos seios.

Priscila representará o país no próximo dia 12 de setembro no concurso Miss Universo, que pela primeira vez será realizado no Brasil.

Quer saber mais sobre celebridades internacionais? Visite o Estrelando

Dicas de moda, para você parecer uma modelo? Está na hora de você conhecer o Beauty'On

Veja Relacionados:  Miss Brasil, Adriane Galisteu, Priscila Machado
Miss Brasil  Adriane Galisteu  Priscila Machado 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping