R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Moda e Beleza/Notícias

Icone de Moda e Beleza Moda e Beleza

publicado em 08/12/2009 às 07h00:

Glossário de coloração explica
técnicas para todos os tons de cabelos

Existem várias maneiras de pintar as madeixas; veja a que mais combina com você

Nadia Heisler, do R7

Nem todas as mulheres ficam bem com todas as cores de cabelo. Apesar de as mudanças radicais serem bem-vindas, principalmente nesta época do ano – com a chegada do verão, das festas, e das esperanças do Ano-Novo - é sempre bom tomar alguns cuidados. 

Escolher um bom colorista é um deles. E saber se conhecer o suficiente para acertar o tom que melhor combina com sua pele e seus olhos é outro. 

Além disso, os cabeleireiros costumam dividir as pessoas em dois grupos: o de cores “frias” e o de cores “quentes”. Clique aqui para descobrir o seu grupo e as possibilidades de coloração para você.

Mas, mais do que isso, com tantas técnicas de coloração feitas em salões, é muito importante escolher a ideal para o seu grupo de cores. De acordo com informações do livro The Complete Book of Hairstyling, do autor Charles Worthington (editora Carlton Books), toda mulher deveria conhecer o glossário das principais técnicas de coloração e conversar com um cabeleireiro de confiança antes de optar por alguma. 

Ficou curiosa? Então veja:

Grupo de cores “frias” 

Coloração semi-permanente: é prática e dura cerca de 12 lavagens. Você pode chegar a uma cor mais escura ou mais “quente” do que a cor natural dos seus cabelos. 

Luzes: técnica indicada para quem quer iluminar o visual. Você pode optar por um efeito forte e dramático ou por uma aparência mais suave e delicada - quando são feitas microluzes - que dá um aspecto mais natural. É um método permanente, porque precisa descolorir alguns fios - para deixá-los mais claros - e, por isso, é necessário retocá-los sempre que o cabelo crescer.

Coloração permanente: esse tipo de coloração é capaz hidratar o fio de cabelo ao mesmo tempo em que dá cor a ele. Você pode ficar com os cabelos mais claros ou escuros, mudando completamente o tom natural das madeixas. Quando bem feita, essa coloração não parece artificial, não importa a tonalidade escolhida. O processo pode ser realizado em todo o cabelo ou só em alguns fios específicos. 

Luzes invertidas: a técnica é semelhante a das luzes que iluminam, mas neste caso elas servem para escurecer alguns fios com tintura permanente. É um bom método para quem se arrependeu de clarear demais as madeixas e para quem quer dar profundidade ao cabelo. Esta técnica também pode produzir um efeito mais sutil ou mais dramático, dependendo da espessura das luzes.

Coloração lavável: com ela é possível mudar a cor dos cabelos só durante um final de semana, por exemplo. A tintura é temporária, está disponível na forma de mousse ou creme, e também é muito usada como tratamento hidratante. Apenas uma tonalidade deve ser passada nos cabelos - não há possibilidades de fazer misturas.

Grupo de cores “quentes”

Tonalizante: essa técnica é capaz de cobrir os fios brancos e pode adicionar cor e brilho aos cabelos. Apesar disso, o tonalizante não é capaz de clarear as madeixas. Ele dura cerca de um mês a 45 dias e pode ser usado para criar técnicas que dão profundidade sutil ou uniformidade à cor dos fios.

Sombreamento: técnica na qual dois ou três tons de cores são aplicados nos cabelo, a fim de deixar a coloração bem natural. Para um resultado sutil, são usadas colorações semi-permanentes; para cores mais visíveis, são usados tonalizantes; e para efeitos mais profundos e dramáticos, são usadas colorações permanentes. Esta é uma boa técnica para quem tem cabelos finos, pois o sombreamento com cores múltiplas dá um efeito de volume.

Luzes marcadas: normalmente são feitas desde topo da cabeça e principalmente ao redor da face. Trata-se de uma técnica que faz luzes grossas e bem contrastantes com a cor natural dos cabelos, para deixá-las bem marcadas e destacadas.

Cores duo ou trio: está técnica é bastante feita nos EUA e pode ser feita com coloração semi-permanente e permanente. O resultado é bem natural e as cores são aplicadas em duas etapas. A primeira deve cobrir todos os fios e a segunda deve dar os toques de luz. Para dar um charme a mais, o cabeleireiro pode passar outra tonalidade, próxima às duas outras utilizadas, a fim de potencializar o efeito iluminado. 

Pontas levemente mais claras: O visual raiz escura e pontas muito claras está em baixa. Mas isso não quer dizer que as pontas não possam exibir um visual levemente luminoso. Essa técnica pode dar definição aos cabelos curtos (na altura do queixo) e também funciona com cores fortes, como vermelhos e cobres, que ficam ótimos com as pontas um pouco iluminadas.


Veja Relacionados:  cores,cabelos,madeixas,coloração,tintura,cabeleireiro,luzes,tonalizante
cores  cabelos  madeixas  coloração  tintura  cabeleireiro  luzes  tonalizante 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping