R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Agosto de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Música/Notícias

Icone de Música Música

publicado em 18/09/2012 às 13h20:

Brasil é o quinto país em download ilegal de músicas; conheça os mais pirateados

O disco Talk that Talk, da cantora Rihanna, foi o mais baixado no mundo

BBC Brasil

 


Publicidade

O Brasil é o quinto país com o maior número de downloads ilegais de arquivos de música na internet, segundo uma pesquisa feita pelo serviço de monitoramento musical Musicmetric.

O levantamento, batizado de Index de Música Digital, analisou a localização e o volume de downloads de músicas por Torrent - o método mais comum usado para baixar arquivos digitais, de acordo com a Musimetric - durante os seis primeiros meses de 2012.

Veja os dez campeões de downloads ilegal no mundo

Os Estados Unidos encabeçam a lista de pirataria de música online, com mais de 96 milhões de downloads. A Grã-Bretanha aparece em segundo lugar com cerca de 43 milhões e o Brasil, em quinto, com mais de 19 milhões de downloads, atrás da Itália e do Canadá.

Em todo o mundo, mais de 3 bilhões de músicas foram baixadas a computadores usando Torrent - protocolo que permite que pedaços do arquivo sejam baixados de forma compartilhada e aleatória, sendo reconstituídos no final do processo - durante o período coberto pela pesquisa.

Surpresa

De acordo com a pesquisa, o disco Talk that Talk, da cantora americana Rihanna, foi o mais baixado no mundo - mais 1,2 milhão de vezes. Álbuns da cantora britânica Adele e do belga Gotye também estão entre os cinco mais populares globalmente.

Mas a surpresa é o fato de que o DJ americano de música eletrônica Billy Van aparecer como "o mais baixado" em cinco dos 20 primeiros países da lista - incluindo Brasil, Índia, Romênia e Grécia.

Aprenda as letras das suas canções favoritas

Veja como tocar as músicas de que você gosta

Um dos motivos pelos quais o fenômeno pode ser explicado, de acordo com a própria Musicmetric, é o fato de o EP do DJ, The Cardigan, estar licenciado para distribuição gratuita pela rede Torrent.

Isso fez com que o disco fosse enviado gratuitamente a todos os que faziam o download do programa para baixar os arquivos de música em torrent.

— Foi uma estratégia interessante para promover o disco de Billy Van, mas não quer dizer que ele seja realmente o mais popular em todos esses países, disse a Musicmetric à BBC Brasil.

A organização prevê ainda que até 2015, o Brasil ultrapasse a Grã-Bretanha e chegue ao segundo lugar mundial na pirataria de arquivos digitais de música. No entanto, a Musicmetric afirma que isso "não é necessariamente ruim".

— O crescimento dos downloads no Brasil mostra que as pessoas estão interessadas nisso. O fato de que 19 milhões músicas são baixadas ilegalmente não quer dizer que as pessoas não comprariam essas músicas. O que vimos pelo mundo é que onde existe a presença de lojas de música online como iTunes e Spotify, o número de downloads cresce menos. As evidências mostram que as pessoas usarão as alternativas legais que são oferecidas a elas.

O Index de Música Digital também afirma que os lucros com a venda legal de arquivos digitais pelas gravadoras cresceu 8% em 2011, para cerca de US$ 5,2 bilhões. Em 2010, o aumento nos lucros foi de 5%.

O número cada vez maior de lojas de música online, segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), contribui para esse aumento. No início de 2011, os maiores serviços internacionais de venda de música online estavam em 23 países. Um ano depois, já estavam presentes em 58 lugares.

Ecléticos

De acordo com a pesquisa, Manchester é a cidade britânica campeã na pirataria de músicas pela internet, considerando o número de arquivos baixados por pessoa.

Mas Londres vence quando se considera o número total de arquivos baixados - foram sete milhões, em geral discos inteiros, na primeira metade do ano.

Os dados britânicos também sugerem que o disco do músico pop Ed Sheeran foi o mais baixado, em uma média de 55 mil vezes por mês.

No entanto, Sheeran disse à BBC que não se incomoda com os downloads ilegais, porque "vende muitos ingressos".

— Eu vendi 1,2 milhão de discos e as estatísticas são de que há 8 milhões de downloads ilegais dele. Então 9 milhões de pessoas tem meu disco na Inglaterra, o que me faz sentir bem. Eu ainda vendo discos, mas estou vendendo ingressos ao mesmo tempo. Os ingressos para meus shows custa 18 libras e os meus discos, oito. Então tudo é relativo.

Em outros lugares, o gosto musical varia de maneira surpreendente. Na Ilha de Wight, no sul do país, o artista mais baixado é o jazzista americano Louis Armstrong.

Na pequena cidade de Galashiels, na fronteira com a Escócia, o sucesso da pirataria é a banda de rock dos anos 80 The Smiths.

Fazenda de Verão

Só no R7 você pode se inscrever para o novo reality show da Rede Record, Fazenda de Verão. Clique aqui e tenha a chance de concorrer a R$ 1 milhão. 

 
Veja Relacionados:  talk that talk,pirateados,download
talk that talk  pirateados  download 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping