R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Música/Notícias

Icone de Música Música

publicado em 09/01/2012 às 05h50:

Conheça a autora de Ai Se Eu Te Pego

Sharon Acioly também é a cantora e compositora da Dança do Quadrado

Denis Moreira, do R7

Publicidade

Quem passou algum verão recente em Porto Seguro ouviu bem antes os versos que estão dominando o mundo: “Nossa, assim você me mata...”.

Em 2008, Sharon Acioly já cantava o refrão de Ai Se Eu Te Pego nos shows que fazia para animar os jovens que frequentam os quiosques de praia da região. Ela é uma das compositoras do megasucesso de Michel Teló, cujo clipe ultrapassou 100 milhões de visitações no YouTube, ao lado de Antonio Dyggs.

Conhecida por trabalhar há 16 anos na cidade como animadora de palco e cantora, ela conta que criou os versos há quatro anos para apresentar os dois dançarinos que a ajudavam durante suas apresentações.

- Essa foi uma brincadeira de palco que virou música. Eu instigava a mulherada da plateia a cantar o refrão para eles. Elas ficavam enlouquecidas.

De acordo com ela, algumas jovens mais empolgadas até começaram a fazer tatuagens de henna no braço com os versos para mostrar aos meninos.

- Percebi isso e acabei criando uma camiseta, que vendeu até dizer chega em Porto Seguro.  

Sharon já tem experiência em fazer sucesso com uma música a partir da internet, como foi o caso de Ai Se Eu Te Pego. A Dança do Quadrado, funk que virou febre e até ganhou o VMB de 2008 como melhor webhit, também é de sua autoria.

Relembre a música clicando abaixo.

Ao notar que o refrão deixava o público empolgado, Sharon teve a ideia de fazer uma música para cantá-la nos muitos shows que fez Brasil afora na época que a Dança do Quadrado bombou. Ela se chamava Assim Você Me Mata e tinha ritmo de funk carioca.

Ai Se Eu te Pego só ficou do jeito que é hoje quando, em 2009, Antonio Dyggs viu um dos shows dela em Porto Seguro. Dono de uma casa noturna em Feira de Santana, na Bahia, ele gostou da música e decidiu modificá-la para que o grupo de forró Meninos do Seu Zeh, do qual era empresário, pudesse tocar ao vivo.  

- Ele me contratou para uma apresentação. Chegando lá, me disse: ‘Sharon, fiz uma outra versão para a sua música e a banda está tocando. É um sucesso! Onde a gente vai tocar, o povo pede para repetir’. Daí, propôs uma parceria e eu topei. Foi quando a refizemos e colocamos o nome atual.

A música fez certo sucesso no Nordeste brasileiro, tendo sido regravada por artistas como Cangaia de Jegue, Garota Safada e o cantor de axé Alexandre Peixe. Parecia que a coisa morreria aí, mas tudo mudou em uma festa de São João realizada no ano passado em Salvador. Michel Teló, que fez um show no evento, ouviu uma banda de forró tocá-la e quis fazer uma regravação. O resto é história.

– Bastou o loirinho colocar o dedo, meu filho... Ave Maria, virou uma loucura (risos)! Eu soube que ela seria sucesso nacional logo na primeira semana que ele botou o vídeo no You Tube.  Vi que havia mais de um milhão de acessos e pensei  “opa, isso vai ser sucesso nacional”. Mas não esperava que ela fosse estourar no Exterior. 

Futuro

Com o sucesso de Ai Se Eu Te Pego, Sharon passou a ser abordada por vários músicos, que desejam saber se ela tem outras músicas com a mesma capacidade de virar febre. 

- As pessoas acham que eu sou uma hitmaker (risos). O próprio Teló chegou a perguntar isso para a gente. Na verdade, dei a sorte de duas brincadeiras, essa e a Dança do Quadrado, virarem músicas conhecidas. Tem gente me procurando, mas eu não tenho nada para gravar (risos).

Ela diz que seus planos são investir em uma carreira de apresentadora de TV, mas, mesmo assim, continua se arriscando na vida de compositora. Escreveu, com Dyggs, a letra para a versão em inglês do hit, gravada recentemente por Teló para tentar conquistar o mercado americano. Também fez uma parceria com a dupla sertaneja Henrique e Ruan.

- Fizemos uma música que se chama É Tudo Nosso. Ela tem tudo a ver com verão. Vai que dá certo! (risos)

Aos sertanejos, funkeiros, forrozeiros e demais interessados em ser o novo Michel Teló, ela dá uma dica: existe outra música de sua autoria que faz um baita sucesso em Porto Seguro. 

- Tem uma brincadeirinha de acampamento, do pio da coruja, mais velha do que andar para frente. Fizemos uma música em cima disso, chamada Dança do Tchu Tchu.

Polêmica

Enquanto conquista fãs em todo o mundo, Ai Se Eu Te Pego tem se tornado alvo de muita gente, que classifica a música como diversão vazia, sem conteúdo. Para ela, que é filha de maestro, declarações como a do tecladista do Los Hermanos Bruno Medina são pura hipocrisia daqueles que se dizem "elite pensante".

De acordo com ela, existem dois tipos de música: a dita "de qualidade" e aquela feita para dançar no carnaval ou na balada.

Veja as respostas do quiz! 

 

Veja Relacionados:  ai se eu te pego, sharon accioly, michel teló, dança do quadrado
ai se eu te pego  sharon accioly  michel teló  dança do quadrado 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping