R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

26 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Música/Notícias

Icone de Música Música

publicado em 04/12/2010 às 04h26:

Zeca Pagodinho lança show do novo CD em São Paulo

Turnê traz músicas inéditas, regravações e homenagem aos velhos do samba

Paula Resende, do R7

Publicidade

O jeitão era velho conhecido. Descontraído, sem firulas cênicas e no figurino, com o copo de cerveja ao alcance da mão, o filho de Xerém entra no palco entoando “Descobri que te amo demais”. Mas a música seguinte, Vida da Minha Vida, lembrava que o Zeca era de um projeto novo, cuja  estréia acontecia em São Paulo.

Nesta sexta-feira (3), Zeca Pagodinho subiu o palco do Credicard Hall para apresentar seu primeiro show da turnê do recém-lançado CD Vida da Minha Vida, com o mesmo nome da música de trabalho. É o 21º da carreira do artista e já está entre os cinco mais vendidos no Brasil.

Seu repertório está recheado por velhos sucessos, como a canção Poxa, de Gilson de Souza, hit nos anos 70, além de novas como a música Garanhão, tema do personagem Fortunato (Flavio Migliaccio) da novela Passione.

Ambas estiveram no set list do show, ocasião que também foi apresentado ao público a singela Orgulho do Vovô, escrita por Zeca em homenagem ao neto Noah. É uma fase do pagodinho menos boêmio e mais família, reflexivo dos seus 51 anos.

Sucessos tiveram sua vez

O público sempre pede e ele atendeu. Das 23 músicas tocadas no show, apenas seis foram do último CD. O resto acabou preenchido pelos sucessos Uma Prova de Amor, Vai Vadiar, Minha Fé e a clássica Deixa a Vida me Levar.

Difícil foi conter as investidas da plateia animada, que se levantava das mesas para arriscar uns passinhos de samba. Os seguranças da casa de show foram implacáveis até o próprio Zeca Pagodinho liberar geral, dando aval para o público cair da gandaia – como ele tanto gosta.

Ao final do bis, os amigos Diego Souza, José Junior e Eduardo de Jesus eram unânimes sobre o show.

- O Zeca é o cara.

Eduardo revelou ao R7 ser um velho seguidor do cantor.

- Já vi vários shows do Zeca e é cada vez melhor. Gostei muito desse novo repertório. Eu sempre vou aos shows sem medo.

Homenagem aos bambas

Houve espaço ainda para homenagens aos velhos bambas do samba. Noel Rosa foi representado com a canção Palpite Infeliz, Nelson Cavaquinho, com Folhas Secas e, para a surpresa do público paulistano, Adoniram Barbosa foi lembrado com Trem das Onze.

O show terá uma segunda dose neste sábado (4), também no Credicard Hall, e depois segue para o Citibank Hall no Rio de Janeiro, dias 10 e 11 de dezembro, e no dia 17 vai para o sul, na cidade de Pelotas.

Veja Relacionados:  pagodinho, show, samba
pagodinho  show  samba 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping