Legista confirma que Chris Cornell cometeu suicídio

Músico foi encontrado morto em um quarto de hotel

Músico se enforcou em quarto de hotel
Músico se enforcou em quarto de hotel Nação da Música - Música

Na manhã desta quinta-feira (18), foi divulgada a morte de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e Audioslave. O músico foi encontrado morto em um hotel.

O caso foi tratado como suspeita de suicídio. Segundo a Associated Press, o legista confirmou o suicídio do músico e informou que ele se enforcou.

Chris Cornell morreu horas depois de se apresentar no Detroit Fox Theatre com o Soundgarden. Coincidentemente, a última música que ele apresentou no palco foi In My Time of Dying (Na hora da minha morte).

O cantor era casado com Vicky Karayiannis-Cornell e pai de três filhas, sendo duas com a atual esposa e uma do relacionamento com Susan Silver.

Vozeirão

O vocalista foi uma das principais vozes do mundo do rock. Além do Soundgarden — que fez sucesso com o grunge a partir dos anos 90 — ele fez parte de projetos com grandes músicos de sua geração, como foi o caso do Audioslave e Temple of the Dog.

Chris Cornell também mantinha uma significativa carreira solo, tendo gravado seis discos desde 1999.

No Brasil, o cantor fez quatro apresentações sozinho e uma com o Soundgarden. A última vez que ele esteve no País foi em dezembro de 2016, em um show acústico.

Leia mais:

Chris Cornell pode ter cometido suicídio, diz polícia

Artistas lamentam morte de Chris Cornell nas redes

Chris Cornell, vocalista do Soundgarden, morre aos 52 anos nos EUA