R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Receitas e Dietas/Notícias

Icone de Receitas e Dietas Receitas e Dietas

publicado em 28/11/2011 às 05h30:

‘Dieta do espumante’ virou moda, mas traz danos à saúde

Espécie de versão mais saudável da alcoorexia, hábito preocupa nutricionistas

Eduardo Ribeiro, do R7


Publicidade

No início do ano, uma tática de emagrecimento no mínimo estranha virou polêmica entre médicos e nutricionistas. Celebridades como a cantora Lady Gaga se declararam adeptas do consumo de álcool diário com objetivo de inibir o apetite.

A substituição de alimentos por bebida alcoólica não possui base científica, trata-se apenas de um hábito ancorado na ideia de que o álcool, ao aumentar o índice de glicose no sangue, engana o cérebro.

Com a falsa noção de saciedade e a consequente perda do apetite, o emagrecimento é certo, mas as consequências graves à saúde, também.

Uma tendência recente lá fora é a adoção do champanhe em substituição a uma ou duas refeições por dia. Os adeptos desta ‘dieta’ acreditam que a bebida feita de uva seja uma opção mais saudável do que bebidas com maior graduação alcoólica, como a vodca.

Uma matéria publicada na revista feminina Glamour, dos Estados Unidos, traz a declaração de uma adepta da dieta do champanhe, Cara Alwil Leyba, de 31 anos.

- Sempre tentei todo o tipo de dieta, e nunca deu certo. E a maioria delas proíbe álcool. É impossível viver sem álcool, para mim. Então, como eu amo vinho, nada melhor do que incluir a bebida no meu cardápio. Um copo de champanhe tem só 100 calorias, faz bem para o coração e para o cérebro.

No Brasil, espumantes de uva de boa qualidade ainda são caros. Logo, a opção automaticamente mais em conta é a sidra, bebida também espumante obtida a partir da fermentação alcoólica do suco de maçã.

Nutricionistas e profissionais de saúde temem que a moda pegue por aqui. Bruna Bolanho Murta, especialista em Nutrição Clínica (UFF), sublinha os perigos que um emagrecimento a partir do hábito pode trazer.

- Os malefícios do álcool são superiores aos seus possíveis benefícios. Além disso, o álcool prejudica a absorção de nutrientes e aumenta a excreção dos mesmos. A bebida agride a parede do intestino, prejudicando o funcionamento deste que é o principal órgão do nosso sistema de defesa.

Segundo a profissional, o consumo moderado de álcool pode ser feito. Porém, prejuízos à saúde podem ocorrer caso a pessoa beba mais que um copo por dia, no caso das mulheres, e dois copos, no caso dos homens.

A partir daí, o álcool fará com que o organismo jogue fora vitaminas e minerais, nutrientes fundamentais para o nosso corpo que estão envolvidos no metabolismo de carboidratos, proteínas e lipídeos, na oxidação de gordura e na contração muscular.

E você, teria coragem de substituir alimentos por espumantes de frutas em nome do emagrecimento rápido? Será que vale a pena o risco? O R7 quer saber: entre em nosso mural e dê sua opinião!

 

Veja aqui as respostas corretas do quiz


Veja Relacionados:  dieta, espumante, bebida, alcoorexia
dieta  espumante  bebida  alcoorexia 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping