R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Receitas e Dietas/Notícias

Icone de Receitas e Dietas Receitas e Dietas

publicado em 23/06/2013 às 00h15:

Conheça mitos e verdades da barriga negativa

Especialistas avaliam se é saudável ou não conquistar um corpo com o novo padrão

Andréa Martinelli e Nathalia Ilovatte, do R7


Publicidade

Quem nunca sonhou em ter uma barriga sequinha e livre de gorduras? A mais nova moda nas academias e entre as famosas é conquistar a chamada barriga negativa.

Esta “tendência” se espalhou após a modelo internacional Candice Swanepoel publicar uma foto em seu Instagram (rede social de compartilhamento de fotos) em que mostra sua barriga com os ossos do quadril e as costelas à mostra.

Algumas mulheres adotaram a barriga negativa como padrão de beleza e meta para dietas e exercícios físicos.

Segundo especialistas, essa é uma moda preocupante. Médicos apontam até que, quem tem barriga negativa, beira à anorexia nervosa.

Para o endocrinologista Henrique Suplicy, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, ter um abdome tão magro a ponto de os ossos do quadril ser mais proeminentes do que a barriga não é saudável.

— A barriga negativa é outro nome para anorexia nervosa. Para ficar desse jeito, é preciso estar com o Índice de Massa Corporal lá embaixo.

Para o especialista, a barriga negativa só pode existir em quem já perdeu massa magra além de gordura corporal, ou seja, músculos.

Qualquer um pode ter barriga negativa?

Para o endocrinologista João César Castro Soares, da Unifesp (Universidade Federal do Estado de São Paulo), algumas modelos e pessoas que têm uma compleição corporal magra podem ficar abaixo do peso e não ter uma desnutrição.

— Existem pessoas que têm o índice abaixo de 18 e que não estão necessariamente desnutridas. Isso porque elas têm uma compleição corporal longilínea, como a das modelos.

Porém, para dr. João, algumas pessoas devem tomar cuidado com a magreza excessiva mesmo tendo porte físico para suportá-la. O perigo está em perder peso inadequadamente.

— Existem mulheres que têm uma estrutura mais “larga” e não vão conseguir ficar abaixo do peso, sem ficar desnutrida. É preciso cuidado e orientação médica.

Quando alguém emagrece muito e fica abaixo do seu peso ideal, a barriga fica curvada para dentro, com uma imagem semelhante à da barriga negativa. dr. João comenta:

— As pessoas que têm anorexia, por exemplo, ficam assim. Quando há um emagrecimento excessivo, que leva a uma situação como essa, beira à desnutrição.

Comer menos e fazer uma dieta restritiva vai me ajudar?

A nutricionista Lorença Dalcanale, do Centro de Cirurgia da Obesidade e Síndrome Metabólica, diz que dietas muito restritivas não podem ser adotadas como um estilo de vida.

— Não é recomendado. Uma dieta muito pobre em nutrientes faz com que o corpo busque energia na massa muscular, o que faz com que a pessoa fique cada vez mais fraca. Não pode ser adotado como um estilo de vida.

O “estilo de vida” que a nutricionista cita, faz referência a dietas consideradas inadequadas para alcançar determinado padrão de beleza.

Para ter uma barriga sequinha e livre de gorduras, existem alimentos que podem te ajudar e exercícios físicos que permitem alcançar esse objetivo, sem precisar colocar a saúde e a constituição corporal em risco.

Barriga negativa ganha adeptas, mas especialistas alertam para os excessos

 Veja as respostas do quiz abaixo

 

Veja Relacionados:  barriga negativa, r7.com, gorduras, barriga seca
barriga negativa  r7.com  gorduras  barriga seca 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping