R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Receitas e Dietas/Notícias

Icone de Receitas e Dietas Receitas e Dietas

publicado em 17/09/2013 às 11h06:

Pesquisadores descobrem de quem é a culpa por você não conseguir perder peso: seus nervos

Veja por que seu estômago está se "comunicando" mal, e saiba como mudar isso

Do R7


Publicidade

Se você é daqueles que perdem peso mas logo recupera tudo, culpe seus nervos.


Pesquisas recentes sugerem que os nervos do estômago são os responsáveis pela maioria dos casos de fracasso nas dietas. Eles são os responsáveis por avisar o cérebro quando o estômago está cheio, mas, quando estão acostumados com comidas pouco saudáveis – a junk food -, eles param de funcionar direito.


Como resultado, a pessoa precisa comer mais para se sentir satisfeita. E a pior notícia é que, mesmo depois de se adotar uma dieta saudável, o problema continua.


Uma pesquisa da Universidade de Adelaide, na Austrália, analisou os tais nervos do estômago a fundo para entender este mecanismo que seria o principal responsável pela recuperação do peso após períodos de dieta.

Os resultados das experiências feitas em ratos mostraram que os tais nervos de animais alimentados com comidas gordurosas funcionavam mal. E, mesmo depois que eles passaram a receber comida saudável, os nervos continuavam com seu funcionamento alterado – inclusive até piores do que antes.

“Isso significa que estas pessoas acabam ingerindo muito mais comida do que precisam, e em uma quantidade muito superior à de uma pessoa saudável”, explica a doutora Amanda Page, responsável pelo estudo.

O problema é ainda mais exacerbado pela leptina, o “hormônio da fome”.

Normalmente, ele nos ajuda a parar quando estamos comendo demais. Mas, quando em contato com muita comida gordurosa, ele passa a agir nos nervos do estômago, transformando a tarefa do sinal chegar ao cérebro em algo muito mais difícil de se realizar.

Os efeitos foram muito claros nos ratos de laboratório.

Os animais até perderam um pouco de peso quando trocaram a dieta ruim por uma melhor, mas logo recuperaram todo o peso novamente.

Em outras palavras, os nervos do estômago estavam “com defeito”, mesmo depois da troca na alimentação.

Ainda que os experimentos tenham sido feitos em ratos, a doutora Amanda diz que eles têm profunda conexão com o que acontece com obesos humanos, tanto os que estão tentando perder peso, quando os que estão tentando manter a perda de maneira constante.

 
Veja Relacionados:  dieta, peso, aumento, perda, nervos, estômago
dieta  peso  aumento  perda  nervos  estômago 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping