R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Receitas e Dietas/Notícias

Icone de Receitas e Dietas Receitas e Dietas

publicado em 28/09/2011 às 05h35:

Saiba as diferenças entre as calorias boas e as ruins

Especialistas em nutrição ensinam a usar esta medida a favor da sua dieta

Do R7*


Publicidade

As calorias são sempre vistas como as vilãs número um das dietas e da boa forma. Mas e se você parasse para se questionar o que são calorias e quais delas realmente são inimigas do corpo?

Pois bem, as calorias são medidas de energia fornecidas por um alimento após a sua metabolização. Então, embora as quantidades de calorias sejam as mesmas, a atenção deve ser voltada para o valor nutricional da caloria que irá ser consumida.

E é aí que mora a verdadeira diferença entre elas e que faz com que sejam denominadas como cheias (as boas) e vazias (as ruins).

Denise da Motta, nutricionista do Conselho Regional de Nutrição, explica que são os nutrientes contidos em cada alimento que, de fato, produzem energia.

- Os carboidratos (açúcares, amido) e as proteínas (carnes, ovos, laticínios) fornecem quatro calorias por grama. Já as gorduras fornecem nove calorias por cada grama. Assim, existem alimentos mais “calóricos” e menos “calóricos”. Os mais, se ingeridos em excesso, engordam. 

Conheça 30 maneiras divertidas de perder calorias
Lanches estimulam o gasto de calorias 
Aprenda a somar as calorias em favor da sua dieta
Queime calorias com os esportes do parque
Faça dez exercícios campeões para torrar calorias

Podemos então diferenciar as calorias deste modo: as vazias são originárias de alimentos que pouco ou nada oferecem nutricionalmente. Já as cheias têm origem em alimentos e preparações que oferecem ao organismo vitaminas, minerais e proteínas, além de carboidratos e gorduras de boa qualidade.

Alimentos como saladas de folhas e legumes, frutas, castanhas e sementes, carnes magras, leite e derivados magros ou desnatados, pães e cereais integrais, arroz integral, feijão, grão de bico, lentilha, soja, ervilha, óleo de canola, azeite de oliva extra virgem e açúcar mascavo são exemplos de calorias boas, que fornecem ao corpo nutrientes, vitaminas e oligoelementos.

Enquete: você presta atenção nas informações nutricionais dos alimentos?

Já comidas como doces ricos em açúcar refinado, refrigerantes, bolachas recheadas, bebidas alcoólicas e produtos à base de farinha branca são repletos de calorias negativas, que não fornecem ao corpo nutrientes ou fibras, levando a um aumento de peso.

Madalena Vallinoti, nutricionista do Sindicato dos Nutricionistas do Estado de São Paulo, explica que o consumo elevado de calorias vazias pode fazer mal à saúde.

- O excesso de calorias consumidas leva o organismo a acumular gordura no tecido adiposo, podendo levar a inúmeras doenças como aumento dos níveis de colesterol, de triglicérides, além de sobrepeso e obesidade. Os alimentos fonte de calorias vazias também acabam privando o organismo dos nutrientes saudáveis.

A nutricionista Denise da Motta dá dicas de como balancear o consumo de calorias cheias e vazias no dia a dia.

- A alimentação saudável deve conter alimentos energéticos como pão, cereais, massas, raízes; alimentos reguladores como verduras, legumes e frutas e alimentos construtores como leite e derivados, carnes magras, ovos e feijões. Os açúcares devem representar apenas uma pequena fração das calorias que ingerimos diariamente, e o mesmo vale para as gorduras.

Para as fontes de calorias vazias a recomendação é sempre uma só: use com moderação. Todas as pessoas podem comer de tudo, desde que balanceiem as refeições e os horários. Vale lembrar que à noite o metabolismo é mais lento, por isso é válido saber que alimentos repletos de calorias vazias devem ser evitados nesse período.

Outra coisa importante é sempre prestar atenção nas informações nutricionais dos rótulos dos produtos, como explica Madalena Vallinoti.

- É importante orientar a população a entender melhor os rótulos. Por exemplo, buscar alimentos que tenham mais gordura monoinsaturada e polinsaturada do que gordura saturada, que o carboidrato seja integral com fonte de fibras ao invés de apenas farinha refinada.

A boa alimentação combinada com a atividade física é a receita perfeita para uma vida saudável e um corpo escultural. Por isso, é essencial entender a importância e a função de cada nutriente nos pratos do dia a dia.

*Colaborou Ana Luisa Zainaghi, estagiária do R7.

Veja Mais:

Deixe de pagar provedor! Venha para o R7 BANDA LARGA!

 
Veja Relacionados:  calorias,boas,ruins
calorias  boas  ruins 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping