Sansão e Dalila

Notícias

Envie para um amigo

x
 
-
fonte: A A
publicado em 02/01/2013 :: atualizado em 01/01/2013 às 21h10

"Sansão e Dalila traz questões que atravessam o tempo”, diz autor Gustavo Reiz

sansao e dalila 2 cortada

Michel Ângelo/ Rede RecordAntes de se apaixonar por Dalila, Sansão se envolve com várias mulheres; as histórias são contadas na minissérie

A história de amor entre Sansão e Dalila já aconteceu há milênios - precisamente 1100 anos antes do nascimento de Cristo - e volta a ser revivida na tela da Rede Record.

O folhetim narra, do nascimento à morte, a história de Sansão (Fernando Pavão), herói hebreu que derrota, sozinho, exércitos armados e animais selvagens, mas que não resiste aos encantos de Dalila (Mel Lisboa).

Apesar de anos e anos já terem se passado, a trajetória bíblica, que virou agora uma minissérie, aborda questões que não se perderam no tempo.

No dia em que a trama estreou na TV, o autor Gustavo Reiz conversou com o R7 e afirmou que Sansão e Dalila trata de assuntos “bem humanos” e que, por isso, são bastante atuais.

— Ela trata das relações entre irmãos, entre família, a busca pela fé e incertezas em relação ao futuro, por isso elas atravessam o tempo.

Para fazer o público literalmente viajar no tempo, Reiz passou dois meses mergulhado em pesquisas e leituras para trazer veracidade à história. Logo depois, foram reuniões e trabalho duro ao lado da direção por quase um ano, até o folhetim ser concluído.

— Todo mundo que pensa em Sansão já pensa em cabelo [risos]. Trabalhar com um período tão longe dos dias de hoje é muito difícil. Exige responsabilidade muito grande e preocupação para não frustrar o telespectador. Acho muito frustrante alguém assistir a uma história que já conhece e vê-la modificada.

Uma das grandes preocupações do autor, durante a produção da minissérie, foi pensar em como seriam passados para a TV os acontecimentos de “grande impacto” que existem na história original.

— Há personagens que enfrentam leões, derrubam palácios, arrancam portas de palácios, e isso me assustava em termos de execução. Mas a emissora investiu nas melhores formas para fazer isso, como efeitos especiais e tecnologia de cinema.

Apesar de ter acompanhado a produção da trama de perto e assistido a algumas cenas, Reiz revelou que preferiu deixar para ver o folhetim de sua casa, ao mesmo tempo em que todos os telespectadores.

— Me impressionei com as coisas que vi e por isso que não quis ver os capítulos montados para me surpreender junto com os telespectadores.

 

A Rede Record informa que não oferece vagas de emprego, prêmios ou participação nos programas por e-mail