Malu Simões, R7

Melina Konstandinidis chegou perto de conseguir a vitória do programa mas foi a segunda colocada do Aprendiz O Retorno. A empresária não conseguiu esconder a decepção de não ter sido contratada por Roberto Justus para trabalhar em sua empresa, apesar de ter sido elogiada pelo apresentador e conselheiros.  Sobre a vice liderança de Mel, ele declarou a importância da persistência.

Acompanhe os bastidores da grande final do programa

“Faz bem demais pro ego ser escolhida pelo Roberto Justus” conta Renata Tolentino

Relembre a trajetória de Renata Tolentino no Aprendiz O Retorno

Eu acho que a vida é feita de fluxos e refluxos, acertos e erros, derrotas e vitórias. Eu perdi muito na vida mas ganhei muito mais do que perdi. O empresário de sucesso é aquele que acerta mais do que erra, que ganha mais do que perde. Ela tem que entender que nesse momento eu apostei no futuro, no vigor e na juventude da Renata. Eu acho que ela tem alguma coisa que me chama a atenção. A Mel é uma profissional competentíssima, já conhecia ela e o trabalho dela. Ela pode continuar se relacionando com a gente através da empresa dela, mas ela não ganhou essa. Tem que olhar pra frente e arregaçar a manga.