Entretenimento Batiste ganha prêmio de álbum do ano em cerimônia do Grammy com apelo de Zelenskiy

Batiste ganha prêmio de álbum do ano em cerimônia do Grammy com apelo de Zelenskiy

MUSICA-GRAMMY-BATISTE:Batiste ganha prêmio de álbum do ano em cerimônia do Grammy com apelo de Zelenskiy

Reuters - Entretenimento

Por Lisa Richwine

LAS VEGAS (Reuters) - O pianista norte-americano Jon Batiste ganhou o prêmio de álbum do ano e a dupla de R&B Silk Sonic levou duas das principais premiações em uma cerimônia do Grammy, no domingo, que contou com um apelo surpresa do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, por apoio durante a guerra.

Batiste, que lidera a banda que se apresenta no "The Late Show with Stephen Colbert", ganhou cinco prêmios no total, incluindo o maior prêmio da noite por "We Are", um álbum de jazz inspirado no movimento Black Lives Matter.

"Acredito profundamente nisso -- não existe melhor músico, melhor artista, melhor dançarino, melhor ator. As artes criativas são subjetivas", disse Batiste. "Eu apenas abaixo minha cabeça e trabalho no ofício todos os dias."

As outras conquistas de Batiste incluíram melhor videoclipe para "Freedom", um tributo vibrantemente colorido a Nova Orleans, e um prêmio por composição e arranjos musicais para a animação "Soul", da Pixar.

Silk Sonic, com Bruno Mars e Anderson .Paak, levou os prêmios de música e gravação do ano por seu hit inspirado na década de 1970 "Leave the Door Open". A dupla se levantou de seus assentos e dançou lentamente antes de seguir para o palco.

"Estamos realmente tentando ao máximo permanecer humildes neste momento", brincou Paak quando a dupla recebeu o segundo prêmio.

Olivia Rodrigo, cantora de 19 anos da balada “drivers license” de seu álbum “Sour”, conquistou três prêmios, incluindo o de artista revelação.

"Este é o meu maior sonho realizado. Muito obrigada!", afirmou ela enquanto segurava seu troféu.

No meio da cerimônia, o apresentador Trevor Noah mostrou uma mensagem em vídeo de Zelenskiy, que contrastou a alegria encontrada na música com a devastação causada pela invasão russa de seu país há mais de um mês.

"O que é mais oposto à música? O silêncio das cidades arruinadas e pessoas mortas", disse Zelenskiy, vestindo uma camiseta verde, com a voz rouca.

"Preencham o silêncio com a música de vocês", acrescentou. "Nos apoiem da maneira que puderem. De qualquer modo, mas não o silêncio."

As declarações precederam uma apresentação de John Legend que contou com dois músicos ucranianos e um poeta ucraniano.

As maiores premiações da música foram adiadas de janeiro durante um aumento nos casos de Covid-19 e transferidas de Los Angeles para o MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas. Estrelas desfilaram no tapete vermelho e milhares de espectadores lotaram o local, um contraste com o evento ao ar livre em escala reduzida do ano passado.

Noah pediu ao público para pensar na noite como "um show onde estamos entregando prêmios".

"Vamos manter os nomes das pessoas fora de nossas bocas", acrescentou Noah, um comentário sobre o ator Will Smith, que há uma semana deu um tapa no comediante Chris Rock no Oscar e lhe disse para não mencionar o nome de sua esposa.

Últimas