R7 - Entretenimento

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Entretenimento/Bichos/Notícias

Icone de Bichos Bichos

publicado em 18/01/2011 às 06h00:

Conheça as principais doenças bucais em cães e gatos

Se o hálito do bicho de estimação estiver ruim, preste atenção: ele pode estar doente

Gisele Coutinho, do R7

Publicidade

Preocupar-se com a ração que você dá ao seu animal de estimação é essencial. Saber se seu cachorro ou seu gato está com a saúde em ordem também é muito importante. 

Mas o que você faz para manter a saúde dentária da mascote? 

Saiba como cuidar dos dentes de cães e gatos

Assim como os humanos precisam escovar os dentes com frequência, os pets também devem ter sua boca higienizada, afirma Hebert Lima Corrêa, um dos fundadores da Abov (Associação Brasileira de Odontologia Veterinária).

- Atualmente, tumor bucal é um problema comum em gatos e cachorros. É a quarta região do corpo desses animais em que mais aparecem tumores. Não é fácil perceber o problema. O dono deve estar muito atento ao hálito do bicho e não utilizar nenhum produtos para tentar amenizar a situação. 

O uso de produtos que perfumam a boca dos bichos pode mascarar o problema de saúde. 

O mau hálito é o único sintoma perceptível, já que muitos bichos não deixam de comer, mesmo com problemas odontológicos. 

Algumas complicações odontológicas em pets são semelhantes às que ocorrem em humanos. 

Outras são bem específicas, afirma Marco Antonio Gioso, professor da faculdade de medicina veterinária e zootecnia da USP (Universidade de São Paulo). 

- A doença periodontal, mais conhecida como a doença da gengiva, é mais comum em cães do que em gente. E em idade precoce, se comparada à que atinge o ser humano. Cães de raças pequenas sofrem mais com a doença do que os maiores. Os mais acometidos são os que pesam até 7 kg.

O acúmulo de placa nos dentes caninos e felinos causa a destruição da gengiva e do osso que está debaixo dela, o que pode deixar os dentes soltos.

Já a cárie, tão comum entre as pessoas, não costuma ser um problema em cães e gatos. 

A anatomia dos dentes dos bichos não favorece o acúmulo das bactérias causadoras da placa em buraquinhos. 

Além disso, o pH da boca desses animais é bem mais alto, o que contribui para dificultar o surgimento desse mal.

No entanto, a placa pode gerar grandes transtornos para os bichinhos.

Segundo Gioso, animais não têm proteção natural contra a placa bacteriana, como muito pensam. 

- Até leões e onças possuem doença periodontal, como leões e onças. Eles simplesmente, com o tempo, acabarão perdendo os dentes, criando o tártaro, deixando a boca muito fedida, ao que chamamos halitose. 

O tratamento envolve limpeza, raspagem completa do tártaro e, mais importante, tratamento da gengiva - ou seja, descobrir o que ela está escondendo. 

A escovação dos dentes dos pets deve ser diária. Os donos, concordam os especialistas, precisam tomar essa responsabilidade para si. 

Já o trabalho de limpeza, mais complexo, deve ser feito apenas por especialistas.

- A limpeza exige anestesia, sempre. Fuja de alguém, mesmo se for médico veterinário, que diz que fará uma limpeza sem anestesia, ou apenas uma tranquilização. Isso é errado e ruim para seu pet. É necessário que o profissional seja um veterinário especializado em odontologia. O tratamento é demorado e pode durar horas. Em certos casos, muitos dentes serão extraídos, pois não há como salvá-los.

Cachorro com escova de dentes


Seu pet quebrou o dente? Cuidado!

Outra doença comum e bastante grave em animais é chamada de endodôntica, desencadeada pela fratura de um dente, explica Gioso.

- As pessoas mal vêm os dentes de seus animais. Muitos deles possuem alguma fratura, o que pode ocorrer quando comem osso bovino, brincam com bolas, chocam-se no chão ou na parede ou brigam com outros bichos.

O especialista alerta que a fratura permitirá que bactérias entrem na polpa, uma parte interna do dente, podendo causar lesões no osso. 

- A lesão espalha micro-organismos pelo corpo todo. Além da dor que o bicho sentirá, haverá riscos de infeccionar órgãos que ficam distantes da boca, como o rim, e causar até morte.


Veja Relacionados:  cachorro,gato,pet,bicho,animal,doença,bucal,saúde,gengiva,dente,dentes,escovação,odontologia,veterinária,veterinário,cárie,periodontal,tártaro,endodôntica
cachorro  gato  pet  bicho  animal  doença  bucal  saúde  gengiva  dente  dentes  escovação  odontologia  veterinária  veterinário  cárie  periodontal  tártaro  endodôntica 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping