Cinema e Séries Alec Baldwin é processado por técnico de Rust por negligência

Alec Baldwin é processado por técnico de Rust por negligência

O chefe de iluminação do filme, Serge Svetnoy, disse que viu várias armas no chão e que elas estavam sem os cuidados de alguém

Agência EFE
Alec Baldwin é processado por Serge Svetnoy

Alec Baldwin é processado por Serge Svetnoy

The Grosby Group e EFE/EPA/CAROLINE BREHMAN

O chefe da equipe de iluminação de Rust, Serge Svetnoy, entrou nesta quarta-feira com a primeira ação judicial contra o ator e produtor Alec Baldwin e outros membros da produção do filme após a morte da diretora de fotografia Halyna Hutchins durante as gravações.

Em uma entrevista coletiva em Los Angeles, Svetnoy, que também foi ferido pelo tiro disparado por Baldwin que matou Hutchins, disse ter visto "em primeira mão que várias armas foram deixadas "desassistidas no chão" durante as filmagens no rancho Bonanza Creek, em Santa Fé, no estado do Novo México (EUA).

Devido a essas condições no set e à consequente morte de Hutchins, de quem Svetnoy era amigo, ele entrou com um processo no Tribunal Superior de Los Angeles por negligência contra os produtores do filme, incluindo Baldwin, e contra o diretor-assistente e a profissional responsável pelo controle de armas.

No documento judicial, ao qual a Agência Efe teve acesso, o especialista em iluminação culpou a armeira Hannah Gutierrez-Reed por aceitar um trabalho acima de sua experiência em uma gravação em que eram necessários "vários armeiros auxiliares para manusear de forma segura" as armas.

De acordo com o processo, Gutierrez-Reed "permitiu negligentemente" que um revólver Colt calibre .45 com pelo menos uma bala real fosse entregue ao diretor-assistente David Halls, que também não inspecionou adequadamente a arma e posteriormente a entregou a Baldwin.

Além disso, Svetnoy alegou que Baldwin também "tinha o dever" de "verificar duas vezes" se a arma não estava carregada com munição real antes de puxar o gatilho.

"Este dever exigia ainda que ele manuseasse o revólver Colt como se estivesse carregado e que evitasse apontá-lo para qualquer um", alega o autor da ação.

Na coletiva, Svetnoy disse estar "convicto" de que os produtores são os principais culpados por "economizar dinheiro contratando um número insuficiente de trabalhadores para manusear com segurança os acessórios e armas de fogo no set de Rust".

"Como o uso de armas de fogo e munições reais em filmes representa uma atividade intrinsecamente perigosa, os produtores de Rust tinham o dever de contratar pessoas treinadas e experientes para supervisionar cuidadosamente o uso de armas de fogo e munições nas filmagens", acrescentou Svetnoy.

Com o progresso das investigações oficiais, outros detalhes surgiram, entre eles o de que Halls, que entregou a arma a Baldwin, foi demitido de outra filmagem em 2019 por um incidente semelhante, embora, felizmente, ninguém tenha ficado ferido.

Halls admitiu em outubro que não verificou a arma que entregou a Baldwin antes do ensaio da cena na qual aconteceu o acidente, pois acreditava que ela continha balas fictícias. 

Últimas