Cinema e Séries Ator de 'Chernobyl' e 'Harry Potter', Paul Ritter morre aos 54 anos

Ator de 'Chernobyl' e 'Harry Potter', Paul Ritter morre aos 54 anos

O artista sofria com um tumor cerebral e, segundo o agente, ele morreu em casa ao lado da família 

Paul Ritter em 'Chernobyl'

Paul Ritter em 'Chernobyl'

Divulgação

O ator Paul Ritter morreu aos 54 anos, nesta segunda-feira (6), em decorrência de um tumor no cérebro. De acordo com o comunicado emitido pelo agente do artista ao jornal The Guardian, ele morreu em casa ao lado da família.

"É com grande tristeza que podemos confirmar que Paul Ritter faleceu na noite passada. Ele morreu pacificamente em casa com sua esposa Polly e os filhos Frank e Noah ao seu lado. Ele tinha 54 anos e sofria de um tumor no cérebro", disse o empresário de Ritter. 

"Paul era um ator excepcionalmente talentoso, interpretando uma enorme variedade de papéis no palco e na tela com habilidade extraordinária. Ele era ferozmente inteligente, gentil e muito engraçado. Sentiremos muito a falta dele", finalizou. 

Ritter se tornou amplamente conhecido devido às participações em Chernobyl (2019), como  o intérprete do engenheiro Anatoly Dyatlov; e em Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009), onde viveu o bruxo Eldred Worple.

Entre 2011 e 2020, o artista também estrelou a série de comédia Friday Night Dinner, criada pelo autor Robert Popper. No Twitter, o escritor disse estar arrasado com a partida de Ritter. "Devastado com esta notícia terrivelmente triste. Paul era um ser humano adorável e maravilhoso. Gentil, engraçado, super atencioso e o melhor ator com quem já trabalhei", postou.

Ritter também era um ator de palco talentoso e foi indicado ao prêmio Olivier em 2006 pela atuação em Coram Boy e ao prêmio Tony pelo papel de estrela, em 2009, em Norman Conquests.

Últimas