Cinema e Séries Baldwin repete tragédia com filho de Bruce Lee ocorrida 28 anos atrás

Baldwin repete tragédia com filho de Bruce Lee ocorrida 28 anos atrás

Ontem, o astro de Hollywood disparou contra a diretora de fotografia e o diretor do filme Rust; ela não resistiu ao ferimento e morreu

A morte da diretora de fotografia do filme Rust, Halyna Hutchins, de 42 anos, depois que o astro de Hollywood Alec Baldwin disparou uma arma cenográfica em um set de filmagem, nesta quinta-feira (21), repete com os mesmos detalhes uma tragédia ocorrida há 28 anos.

Em março de 1993, durante as gravações do filme O Corvo, o ator Brandon Lee, filho de Bruce Lee, morreu nas mesmas circunstâncias. O colega de trabalho Michael Masse disparou o que deveria ser um tiro de festim contra o peito de Brandon Lee, que morreu, aos 28 anos.

A irmã de Brandon Lee, que abastece o perfil do Twitter do irmão em homenagem a ele, se pronunciou nesta sexta-feira (22), depois da tragédia que envolveu Alec Baldwin: "Nosso coração está com a família de Halyna Hutchins e Joel Souza e todos os envolvidos no incidente em Rust. Ninguém deveria ser morto por uma arma em um set de filmagem. Ponto".

Tragédia em set de filmagem

Em comunicado, o gabinete do xerife do condado de Santa Fé, no estado americano do Novo México, confirmou que "os dois indivíduos baleados no set de Rust foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin". 

Veja: Alec Baldwin fala pela 1ª vez sobre morte de diretora: 'Tristeza'

Halyna "foi transportada de helicóptero ao Hospital da Universidade do Novo México, onde foi declarada morta pela equipe médica", acrescenta o texto.

Últimas