Cinema e Séries Benedict Cumberbatch apoia Scarlett Johansson em processo

Benedict Cumberbatch apoia Scarlett Johansson em processo

Intérprete do Doutor Estranho opinou em entrevista sobre a batalha judicial entre a atriz de 'Viúva Negra' e a Disney

Benedict Cumberbatch saiu em defesa de Scarlett Johansson em processo

Benedict Cumberbatch saiu em defesa de Scarlett Johansson em processo

Montagem R7/Divulgação Marvel Studios

Após Elizabeth Olsen, Benedict Cumberbatch é mais um colega da Marvel a defender Scarlett Johansson na batalha judicial contra a Disney.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o ator que vive o Doutor Estranho nos filmes da empresa falou sobre o caso.

"É triste o que está acontecendo entre os advogados. Só a escolha de certas palavras e a acusação de 'colocar em um contexto global de pandemia'. A coisa toda é uma confusão.", disse Benedict sobre a resposta da Disney ao processo movido por Scarlett.

Scarlett move um processo contra a Disney pelo lançamento simultâneo do filme Viúva Negra nos cinemas e na plataforma de streaming Disney+. A atriz alega que o contrato foi quebrado, já que a divulgação digital diminuiria a porcentagem dela nas bilheterias dos cinemas.

A Disney alegou que "não há mérito" no processo e revelou que o sucesso da produção no streaming aumentou a capacidade de Scarlett de "ganhar uma remuneração adicional, além dos US$ 20 milhões" que recebeu de salário. A reposta da empresa também diz que o processo é "especialmente triste e preocupante" no que diz respeito ao momento que o mundo vive, com os efeitos da pandemia de covid-19. 

"Nós estamos tentando entender quais devem ser as fontes de renda dos artistas que contribuem para o negócio de bilhões de dólares da Disney. E precisa estar no contrato. Como funciona o pagamento normal de artistas com os bônus de bilheteria? É um novo paradigma, e um bastante complexo. Ninguém previu isso, e ninguém deveria usar o que passou para dizer 'bem, isso deveria ter sido feito'. Este [Viúva Negra] foi o primeiro desses filmes que teria uma estreia nos cinemas durante a pandemia e foi adiado e adiado. É um território bem novo", opinou Benedict, que reprisará seu papel em dois novos filmes da Marvel.

O ator comentou também sobre a troca do cineastra Scott Derrickson, que comandou o primeiro filme do Doutor Estranho, na sequênca do filme, chamada Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

"Eu fiquei triste com a notícia, mas não é minha decisão. Eu respeito completamente a decisão do estúdio, e tudo foi feito amigavelmente", explicou ele sobre a produção programada para 2022.

Sam Raimi, que comandou a primeira trilogia de filmes do Homem-Aranha, com Tobey Maguire, ficou responsável pelo filme. O ator elogia o diretor: "Ele teve 'mãos seguras', ele conhecia aquele mundo. Ele tem algumas características próprias. A mistura perfeita de terror e camp. Há diversão ali, mas devemos ter alguns arrepios também".

Doutor Estranho deve aparecer primeiro em Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa, com estreia prevista para dezembro"Existe uma relação próxima entre eles", conta o astro se referindo aos dois personagens. "Eles são heróis de uma mesma vizinhança, e dividiram uma ou outra experiência. Eles têm histórico. Pode ser o caso de Peter [Parker, nome do Homem-Aranha] me pedir ajuda para algo? Acho que posso dizer pelo menos isso. Eu o ajudo a preencher a declaração de imposto de renda. É isso que faço", brincou o ator ao despistar sobre a trama do filme. 

Confira abaixo o trailer de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa.

Últimas