Cinema e Séries Bruno Peixoto comenta trabalho em 'M8-Quando a Morte Socorre a Vida'

Bruno Peixoto comenta trabalho em 'M8-Quando a Morte Socorre a Vida'

O ator falou sobre as questões relacionadas aos tipos de preconceitos retratados no filme e como foi dar vida ao personagem Domingos

Bruno Peixoto em 'M8'

Bruno Peixoto em 'M8'

Divulgação

O filme M8 - Quando a Morte Socorre a Vida, que conta a história de Maurício, um jovem negro que ingressa como aluno cotista da Universidade Federal de Medicina, chegou às telonas nesta semana. Refletindo sobre questões relacionadas a preconceito e exclusão —abordadas no longa —, o R7 bateu um papo com Bruno Peixoto, um dos atores do elenco.

Em M8, Bruno dá vida a um jovem estudante de medicina, homossexual e livre de qualquer tipo de preconceito. Na trama, ele é um dos amigos do protagonista Maurício, interpretado por Juan Paiva, e de Suzana, vivida pela atriz Giulia Gayoso. Juntos, os estudantes decidem ir em busca de respostas sobre sua história.

"Viver o Domingos, para mim, foi um enorme aprendizado. Por se tratar de um filme com temas tão importantes para o momento em que a gente está vivendo, como os preconceitos raciais. Mas, não é só essa questão, o filme aborda outros tipos de preconceitos e mostra exatamente o que a maioria dos brasileiros vive aqui", conta o ator.

Bruno Peixoto

Bruno Peixoto

Divulgação

O longa-metragem, que foi gravado em 2018, chegou a disputar com outros 18 filmes para representar o Brasil no Oscar 2021, mas perdeu a colocação para a obra dirigida por Bárbara Paz, Babenco - Alguém tem que ouvir o coração e dizer: Parou. Mesmo assim, o artista comemora as conquistas que o projeto atingiu até aqui.

"Participamos dessa seleção, ficamos bem empolgados de estar concorrendo, mas infelizmente acabou não rolando. Apesar disso, é um filme muito sensível e muito brilhante que tem potencial por conta história em si e todos os temas que são levantados", comenta.

Esse não é o primeiro grande projeto do ator. Aos 14 anos, começou a se interessar pela carreira artística e chegou a disputar uma vaga para o filme O Mistério de Feiurinha no concurso "Procura-se um Príncipe", de Xuxa Meneghel. Quatro anos depois, estreou em seu primeiro trabalho profissional em Malhação - Toda Forma de Amar na pele do personagem Graveto. Ele também participou do elenco do filme Meus 15 anos, quando formou par com Larissa Manoela.

Últimas