Daisy Ridley ressalta importância de Star Wars ter protagonista mulher

Em entrevista exclusiva ao R7, trio de protagonistas da nova trilogia comentou sobre mulheres fortes na série e a amizade construída dentro e fora de cena

Boyega, Ridley e Isaac conversaram sobre nono longa com o R7

Boyega, Ridley e Isaac conversaram sobre nono longa com o R7

Reprodução

Star Wars é uma das franquias mais amadas e comentadas do mundo. Com o lançamento de uma nova trilogia, iniciada em 2015 com O Despertar da Força, novos protagonistas ingressaram de vez para o mundo da cultura pop.

Daisy Ridley (Rey), John Boyega (Finn) e Oscar Isaac (Poe) estiveram em São Paulo para divulgar o último filme deste novo ciclo, encerrando também a enealogia Skywalker, e conversaram com o R7 sobre a relação dos três entre si, com os fãs e com o universo criado por George Lucas.

Ridley contou que não sentia o impacto que Rey tinha como mulher nos fãs, "eu sempre senti que interpretei uma ótima personagem, mas nem pensava na importância da Rey ser uma mulher."

—  A chegada de duas mulheres não brancas no processo foi muito agregador, porque eu realmente não via por mim mesma. Para mim, ser mais como uma expectadora vendo essas personagens maravilhosas e heroicas neste filme foi uma sensação muito boa.

A protagonista ainda comentou que o laço de amizade criado na produção tornou mais fácil o retrato desta na tela, "a gente não teve que se esforçar tanto".

— Às vezes eu me perguntava “isso vai mesmo estar um filme?”, porque a gente estava, basicamente curtindo, como teríamos fora da gravação também.

Oscar Isaac acrescenta que, além de poder passar mais tempo com seus dois colegas — principalmente com Ridley — ele queria muito "sair da X-Wing". A nave que pilotou durante boa parte do seu tempo em tela na série.