Cinema e Séries Diretores de outras nacionalidades vêm ganhando destaque no Oscar

Diretores de outras nacionalidades vêm ganhando destaque no Oscar

A chinesa Chloé Zhao foi a premiada do Oscar 2021; quarto prêmio consecutivo de Melhor Direção para não americanos ou ingleses

Chloé Zhao levou a estatueta de Melhor Direção por 'Nomadland' no Oscar 2021

Chloé Zhao levou a estatueta de Melhor Direção por 'Nomadland' no Oscar 2021

Chris Pizzello / POOL / AFP

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas tem aberto cada vez mais espaço para o cinema internacional. Nos últimos quatro anos, o prêmio de Melhor Direção foi entregue a diretores de diversas nacionalidades. Guillermo del Toro do México, em 2018, por A Forma da Água; Alfonso Cuarón do México, em 2019, por Roma; Bong Joon-ho da Coreia do Sol, em 2019, por Parasita; e Chloé Zhao da China, que foi premiada neste domingo (25), por Nomadland

Vale ressaltar que foi o segundo prêmio de Alfonso Cuarón na categoria, venceu pelo longa Gravidade, em 2014. Alejandro Iñarritu, também do México, ganhou dois prêmios consecutivos de Melhor Direção, em 2015, por Birdman (ou a Inesperada Virtude da Ignorância) e, em 2016, por O Regresso.

Em 2012 e 2013, a categoria também teve duas vitórias consecutivas de diretores não americanos ou ingleses. O francês Michel Hazanavicius levou por O Artista e Ang Lee, do Taiwan, por As Aventuras de Pi

Essa diversidade demonstra que mudanças vêm acontecendo na premiação do Oscar, mesmo que devagar e apenas em algumas categorias. 

Últimas