Jackie Chan oferece R$ 615 mil para vacina contra coronavírus

Ator nascido em Hong Kong foi afetado pela epidemia e teve que adiar o lançamento do filme Vanguard

Jackie Chan está na luta contra o coronavírus

Jackie Chan está na luta contra o coronavírus

Divulgação

Jackie Chan se uniu ao governo chinês na batalha contra o coronavírus. O ator, nascido em Hong Kong, ofereceu um milhão de yuans (cerca de R$ 615 mil) para quem descobrir uma vacina que combata a doença.

O anúncio foi feito pela internet, na rede social chinesa Weibo.

"Se alguém, seja uma pessoa ou uma instituição, puder criar uma vacina eficaz contra o vírus, eu gostaria de oferecer a ele 1 milhão de yuans como sinal de minha gratidão", disse o ator.

"Espero que todos entendam que não se trata de dinheiro (...). Não quero ver as pessoas sofrerem e morrerem enquanto poderiam aproveitar a vida", afirmou.

Chan foi afetado profissionalmente pela epidemia. O mais recente filme do astro, Vanguard, precisou ter o lançamento nos cinemas chineses adiado por conta do problema enfrentado pelo país asiático. 

O filme seria lançado na véspera de Ano Novo chinês, um período muito lucrativo para o cinema local e foi adiado por tem indeterminado.