Reino Unido

Cinema e Séries Johnny Depp deixa 'Animais Fantásticos' após derrota judicial

Johnny Depp deixa 'Animais Fantásticos' após derrota judicial

Ator perdeu o processo que movia contra o jornal britânico The Sun por tê-lo chamado de 'espancador de esposas', em artigo publicado em 2018

  • Cinema e Séries | Do R7, com Reuters

Ator perdeu a ação que movia contra o jornal britânico The Sun

Ator perdeu a ação que movia contra o jornal britânico The Sun

Facundo Arrizabalaga/EFE/EPA - 15.07.2020

O ator Johnny Depp anunciou nesta sexta-feira que está se afastando da franquia de filmes Animais Fantásticos depois de perder um processo de difamação no Reino Unido contra um tablóide que o chamou de "espancador de mulheres".

Depp, escrevendo no Instagram, disse que o estúdio Warner Bros., da AT&T Inc, lhe pediu para deixar seu papel como o vilão Gellert Grindelwald. "Respeitei e concordei com esse pedido", afirmou.

O ator perdeu a ação que movia contra o jornal britânico The Sun por tê-lo chamado de “espancador de esposas”. O veredicto saiu na segunda-feira (02) pela Suprema Corte de Londres, conforme divulgou a BBC britânica.

O artigo publicado em 2018 referia-se ao relacionamento do ator com a ex-esposa e também atriz Amber Heard.

Para o juiz Andrew Nicol, o texto publicado pelo jornal é “substancialmente verdadeiro”. “Eu descobri que a grande maioria das alegadas agressões à Sra. Heard pelo Sr. Depp foram provadas de acordo com o padrão civil”, afirmou. Tanto o ator quanto Heard depuseram em uma audiência que durou 16 dias.

“As vítimas de violência doméstica nunca devem ser silenciadas e agradecemos ao juiz por sua consideração cuidadosa e agradecemos a Amber Heard por sua coragem em prestar depoimento ao tribunal”, disse um porta-voz do The Sun.

Através de um comunicado, o advogado da atriz afirmou que a decisão não foi nenhuma surpresa. "Para aqueles de nós presentes no julgamento da Suprema Corte de Londres, esta decisão e julgamento não são uma surpresa. Muito em breve, apresentaremos evidências ainda mais volumosas nos Estados Unidos”, afirmou na nota.

Depp também está processando a ex-esposa nos Estados Unidos por causa de um artigo que ela publicou Washington Post que, para o ator, o descrevia como um marido violento.

Últimas