Kirk Douglas doa fortuna e deixa Michael Douglas fora do testamento

Ator, que morreu aos 103 anos, deixou quase todo seu dinheiro destinado para obras de caridade da própria fundação

Kirk Douglas morreu aos 103 anos

Kirk Douglas morreu aos 103 anos

Nina Prommer/EFE/Arquivo - 06.11.2019

A fortuna conquistada por Kirk Douglas em oito décadas como ator de Hollywood foi quase completamente doada para obras de caridade.

Em testamento, o ator morto recentemente aos 103 anos indicou que cerca de US$ 65 milhões (R$ 285 mi) fossem repassados para a Fundação Douglas, com a intenção de ajudar “aqueles que não podem se ajudar”.

Uma universidade que financia bolsas de estudos a estudantes minoritários, um centro de ajuda a crianças carentes e um hospital infantil também se beneficiarão da fortuna.

Os outros US$ 13 milhões do ator não têm destino certo, mas Michael Douglas, filho mais famoso do astro, ficou de fora do testamento. Ele é dono de uma fortuna estimada em US$ 300 milhões (cerca de R$ 1,3 bi), segundo o The Mirror.

Além da estrela de Instinto Selvagem e Wall Street, Kirk deixou a mulher, Anne, e mais dois filhos: Joel Douglas, filho do casal, e Peter Douglas, filho de seu primeiro casamento.

Durante os 80 anos que atuou nas telonas, Kirk se destacou por produções como Glória Feita de Sangue (1957) e Spartacus (1960). Seu último trabalho como ator foi em 2004, no filme Illusion.

Em 1996, a saúde do ator começou a se deteriorar após um derrame e ele preferiu se afastar do ofício quando ficou inviável passar horas gravando em um set.