Cinema e Séries Mel Gibson admite que ficou internado por causa de covid-19

Mel Gibson admite que ficou internado por causa de covid-19

Ator ficou uma semana tratando a doença nos Estados Unidos no mês de abril, mas não havia divulgado ainda o caso

Mel Gibson testou positivo para o novo coronavírus

Mel Gibson testou positivo para o novo coronavírus

Reprodução

Muitos famosos enfrentaram a covid-19 e assumiram publicamente que haviam contraído a doença.

Mas não foi o caso de Mel Gibson. O ator levou três meses para anunciar que de fato ficou uma semana internado no mês de abril após contrair o novo coronavírus.

E mesmo assim porque foi pressionado pela imprensa. O jornal The Daily Telegraph descobriu o caso e, antes de publicar uma matéria a respeito, cobrou um posicionamento do astro. Pressionada, a equipe de Gibson resolveu se manifestar e assumir que o ator enfrentou mesmo a covid.

"Ele testou positivo em abril e ficou uma semana no hospital. O tratamento foi com o medicamento Remdesivir e, desde então, fez diversos testes que deram negativo. Além disso, ele testou positivo para anticorpos", revelou o comunicado.

Astro de filmes como Máquina Mortífera e Coração Valente, Gibson tem 64 e nenhum histórico de doença crônica.

Últimas