Nada a Perder Cinema
Cinema e Séries Nada a Perder estreia nesta quinta nas salas de cinema de Portugal

Nada a Perder estreia nesta quinta nas salas de cinema de Portugal

No Brasil, longa-metragem que conta a história de Edir Macedo ficou 12 semanas em cartaz e atraiu 12 milhões de espectadores

Pré-estreia do filme Nada a Perder, que aconteceu em março, em São Paulo

Pré-estreia do filme Nada a Perder, que aconteceu em março, em São Paulo

Márcio Neves/R7

O filme Nada a Perder estreia nesta quinta-feira (9) em 45 salas de cinemas de Portugal. Ao todo, 41 cidades do país recebem o lançamento do longa-metragem.

Sucesso no Brasil, onde conquistou o posto de maior bilheteria da história do cinema nacional, com 12 milhões de ingressos vendidos, o filme conta a história do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal.

O longa deve repetir o feito em Portugal — já foram vendidos 36 mil ingressos até o momento. Nesta quinta-feira, 800 pessoas estarão nas salas de cinemas, divididas em três horários diferentes de sessões.

Já lançado dos Estados Unidos, o filme levou 30 mil pessoas ao cinema logo no dia da estreia. O longa, que foi dublado em inglês, foi exibido em 67 salas de 26 Estados do país — também há versões legendadas em espanhol. Em Houston, no Texas, a pré-estreia contou com a presença de Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal, e do marido dela, bispo Júlio Freitas.

Durante este mês de agosto, o Cinema Solidário deve realizar mais de 20 sessões itinerantes em Portugal. O longa também será exibido em cinco presídios do país e deve alcançar 2.500 detentos.

O trabalho de capelania, visita a hospitais e presídios, é apenas uma das ações sociais da Igreja Universal no país. Há também o trabalho de levar comida para a população carente e moradores de rua com os Anjos da Noite.

Idosos são acolhidos e participam de uma série de atividades para acabar com a solidão. Muitos vivem no Lar Idoso Universal, que acolhe e cuida dessas pessoas. As mulheres contam com projetos específicos como o Raab, que combate a violência doméstica e reforça o valor delas na sociedade. O projeto Godlywood, focado no desenvolvimento feminino, cresce a cada ano ajudando as mulheres no dia a dia.

Nada a Perder

O filme Nada a Perder, que narra a trajetória do bispo Edir Macedo, baseado na trilogia homônima, foi dirigido por Alexandre Avancini. O roteiro é assinado por Stephen P. Lindsay e Emílio Boechat.

Nesta primeira parte, conta a história do líder de um dos maiores movimentos de fé do mundo desde a sua infância até a prisão, um dos momentos mais tensos de sua biografia.

A obra apresenta momentos importantes na vida do bispo Edir Macedo, como a sua conversão, o início da Igreja Universal, a compra da RecordTV, a abordagem truculenta da polícia e os dias na prisão. 

No elenco, o ator Petrônio Gontijo, que vive seu primeiro protagonista no cinema, interpreta o bispo em todas as fases de sua vida, e Day Mesquita está no papel de Ester Bezerra, mulher de Edir. Também estão presentes os atores Dalton Vigh, Beth Goulart, André Gonçalves e Eduardo Galvão nos papéis principais da produção.

Nada a Perder estreou no Brasil em 29 de março e ficou 12 semanas em cartaz em 1.100 salas. O filme tem mais de 6.000 figurantes e foi rodado em 100 locações no interior de São Paulo, na capital paulista e no Rio de Janeiro. Os lugares retratam o Brasil dos anos 60, 70, 80 e 90.

Distribuição

Nada a Perder tem a maior distribuição internacional de um longa-metragem feito no Brasil. A superprodução atingirá, ao todo, 80 países em cinco continentes.

Para cumprir essa agenda, o filme está sendo dublado em 19 idiomas, incluindo hebraico, russo, chinês, japonês, polonês e coreano. Antes de Nada a Perder, quem liderava o ranking de maior turnê internacional era Cidade de Deus (2002), de Fernando Meirelles, com lançamento em 49 países.

Ainda neste mês de agosto seguem as estreias do filme no continente africano.