Cinema e Séries O que acontece com T'Challa, personagem de Chadwick Boseman, em 'Pantera Negra 2'

O que acontece com T'Challa, personagem de Chadwick Boseman, em 'Pantera Negra 2'

Ator morreu em 2020, aos 43 anos, em decorrência de um câncer de cólon

Chadwick Boseman personificou o Pantera Negra

Chadwick Boseman personificou o Pantera Negra

Reprodução

A morte do ator Chadwick Boseman, aos 43 anos, em agosto de 2020, pegou os fãs de surpresa. Ninguém sabia que o astro de Pantera Negra estava lutando havia anos contra um câncer colorretal.

A partida do ator, irreparável, deixou a Marvel com uma difícil decisão: o que fazer com o personagem? Mais do que o sucesso comercial (o filme alcançou mais de US$ 1,3 bilhão em bilheterias quando foi lançado em 2018), Pantera Negra se tornou um necessário símbolo de inclusão e empoderamento em Hollywood.

E Boseman personificou como ninguém esse símbolo. A sua presença radiante em tela deu a T'Challa a nobreza necessária que Wakanda, a nação com tecnologia mais avançada do planeta, precisava. E deu também a força, a coragem e a abnegação fundamentais para usar o traje do Pantera Negra.

Fora da tela, Boseman unia essa nobreza e essa força. A sua personalidade ficou indissociável à do personagem, que serviu de inspiração para uma geração de meninos e meninas negros que finalmente tinham alguém para se inspirar.

Trocar de ator e colocar uma outra pessoa como T'Challa estava fora de cogitação, e a Marvel sabiamente descartou essa ideia logo de cara. Com isso, teve que jogar fora tudo o que tinha pensado para a sequência e começar de novo, do zero.

O novo filme foi então construído em cima da ausência de T'Challa/Boseman. A explicação para o personagem não aparecer em tela é simples: T'Challa morreu de uma doença não revelada. A morte do rei de Wakanda é a força que faz a história de Pantera Negra 2 girar.

Últimas