Cinema e Séries Robin Williams é encontrado morto em casa aos 63 anos; polícia investiga se houve suicídio por asfixia

Robin Williams é encontrado morto em casa aos 63 anos; polícia investiga se houve suicídio por asfixia

Astro de Hollywood estaria com depressão e foi visto pela última vez na manhã de ontem

  • Cinema e Séries | Do R7, com Reuters

O ator e comediante norte-americano Robin Williams foi encontrado morto nesta segunda-feira (11), aos 63 anos. A notícia, segundo a agência de notícias Reuters, foi dada pela polícia do condado de Marin, na Califórnia, Estados Unidos.

Os investigadores apuram se o astro de Hollywood teria cometido suicídio por asfixia. Mara Buxbaum, agente do ator, revelou que o astro estaria com um quadro de "depressão severa".

O corpo do ator vai passar por perícia nesta terça-feira (12), quando também serão feitos exames toxicológicos, já que o astro lutava havia anos contra a dependência química e alcoólica.

Segundo as autoridades locais, o serviço de emergência recebeu um chamado às 11h55 (horário local) e dizia que Williams estava inconsciente e sem respirar dentro de sua casa. O ator foi declarado morto às 12h02.

Relembre a carreira de Robin Williams nos cinemas

Ainda segundo a polícia, o astro foi visto pela última vez na casa onde morava com sua mulher, Susan Schneider, na manhã de domingo.

Schneider fez um comunicado onde se diz inconsolável e pediu privacidade em um "momento de dor profunda".

Esta manhã eu perdi meu marido e meu melhor amigo enquanto o mundo perdeu um dos melhores artistas e um ser humano lindo. Eu estou completamente inconsolável. Nós, da família de Robin, pedimos privacidade durante esse período de dor profunda. Queremos que o foco agora não seja a morte de Robin, mas os incontáveis momentos de alegrias e risadas que ele proporcionou.

Famosos lamentam a morte do ator e comediante Robin Williams

Na última semana, boatos já circulavam na internet sobre a morte do ator, mas a notícia acabou sendo desmentida.

Robin Williams se consagrou em filmes para os mais diversos públicos. Entre os mais lembrados estão a dublagem do Gênio, da animação Alladin (1992) e os longas Sociedade dos Poetas Mortos (1989), Hook — A Volta do Capitão Gancho (1991), Uma Babá Quase Perfeita (1993) e Patch Adams — O Amor é Contagioso (1998). Em 1997, ele foi o ganhador do Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por sua atuação em Gênio Indomável

O comediante ainda recebeu outras quatro indicações à estatueta, além de faturar cinco Globos de Ouro. 

Vícios e problemas de saúde

Robin Williams foi viciado em cocaína no fim da década de 1970. Os motivos que o incentivaram a largar as drogas foram a morte do amigo e comediante John Belushi por overdose e o nascimento de seu filho, Zachary Pym.

Mas, em 2006, o ator assumiu que se tratava de outro vício: o álcool. O fato veio à tona quando o astro se inscreveu em um centro de reabilitação para dependentes químicos em Newberg, no Estado americano de Oregon. Três anos mais tarde, ele foi internado com problemas cardíacos e chegou a fazer uma cirurgia no coração.

Leia também: Robin Williams já causou polêmica com a escolha do Rio 2016

Robin Williams nasceu em 21 de julho de 1951 em Chicago, nos Estados Unidos, filho de uma ex-modelo e um executivo automobilístico. Além de Susan Schneider, o astro teve outros dois casamentos. O primeiro, com Valerie Velardi, durou dez anos. Em 1989, ele se casou com a babá Marsha Garces, que já estava grávida do ator. O relacionamento durou 19 anos.

O astro deixou quatro filhos: Zachary Pym, de 31 anos, Zelda Rae, de 25, Cody Alan e William Reeve, ambos de 22.

Últimas