Cinema e Séries 'Ron Bugado' ensina a ter empatia pelo diferente, diz Sophia Abrahão

'Ron Bugado' ensina a ter empatia pelo diferente, diz Sophia Abrahão

Animação, que estreia nesta quinta (21), conta a história de um robô que conquista a todos pelos seus defeitos de fabricação

'Ron Bugado' estreia nesta quinta-feira (21)

'Ron Bugado' estreia nesta quinta-feira (21)

Divulgação/Disney

A Disney lança nesta quinta-feira (21) sua mais nova animação, Ron Bugado. A trama infantil fala sobre as novas tecnologias, bullying e, principalmente, a amizade. Além disso, confronta as novas formas de relações sociais que, às vezes, se limitam ao meio digital, mostrando que a vida é muito mais do que aquilo que está nas redes sociais.

Ron Bugado conta a história de Barney Pudowski, um estudante do 7º ano do ensino fundamental que tem dificuldade de fazer amigos. Ele não tem a única coisa que garante a popularidade com seus colegas de classe: um B*Bot, um robô que anda, fala e é digitalmente conectado, projetado para ser a solução perfeita para passar pelos desafios da escola.

Porém, como o nome "Bugado" diz, Ron vem com problemas de fabricação e é justamente isso o que o torna especial para Barney, pois eles conseguem criar uma conexão especial que as demais crianças não conseguem com os seus dispositivos.

Sophia Abrahão, Sérgio Malheiros e Marcelo Serrado

Sophia Abrahão, Sérgio Malheiros e Marcelo Serrado

Reprodução/Instagram

Ao R7, Sophia Abrahão, Sérgio Malheiros e Marcelo Serrado, que dão vozes aos personagens Miss Thomas, Mark Wydell e Graham Pudowski, respectivamente, falaram sobre a importância de Ron Bugado em um momento onde a vida virtual por vezes se sobressai ao físico e pessoal.

"Sem dúvidas, parece um filme que vai entrar para a lista de clássicos da Disney, porque fala sobre um problema que é muito atual, que é essa questão dos jovens estarem cada vez mais dependentes da internet e isso dificultando as suas relações sociais. Ron Bugado é um filme que bate de frente com o maior problema do século 21 e eu estou muito feliz de fazer parte dessa discussão de alguma forma", disse Sérgio.

Pai de três, Serrado falou sobre como lida com essas situações com os filhos. "O bullying é uma questão muito pertinente e que me toca muito. Tenho filhos pequenos e é algo que pode acontecer com qualquer família. O filme explora muito esse assunto. Em Ron Bugado, eu dou voz ao pai do Barney e é muito legal de acompanhar esse movimento que o pai faz para ele conseguir ter o Ron, assim como as outras crianças. Vez ou outra, eu acabo me deparando algo parecido com os meus filhos, de pedirem algo só porque todo mundo da escola tem", pontuou o artista.

'Ron Bugado' estreia nesta quinta (21)

'Ron Bugado' estreia nesta quinta (21)

Reprodução/Youtube

Atuando como dubladora pela primeira vez, Sophia também acredita que a animação tem de tudo para emocionar crianças, adolescentes e adultos. "Ser diferente não deve ser uma coisa que desmereça uma pessoa, e Ron Bugado passa justamente isso. Esse robôzinho meio fora da curva deixa uma mensagem muito clara para as crianças sobre aceitar as diferenças e ter empatia com aquilo que não é tão típico. É uma história linda, que passa uma mensagem de emoção. É um filme para toda a família, para dar risada, quem sabe até chorar", explicou ela.

O filme é dirigido por Jean-Philippe Vine e pela co-fundadora da Locksmith Sarah Smith, com Octavio Rodriguez na co-direção. O roteiro é escrito por Peter Baynham e Sara Smith.

Assista ao trailer

Últimas