Alec Baldwin abandona redes após polêmica de protestos antirraciais

Crise se dá após o ator chamar o movimento #BlackOutTuesday como "Dia Nacional de Qualquer Coisa"

Ator decidiu fazer uma pausa das redes sociais

Ator decidiu fazer uma pausa das redes sociais

Reprodução/Instagram

Alec Baldwin anunciou que 'vai dar um tempo das redes sociais'. A decisão do ator acontece após ser criticado por chamar o movimento #BlackOutTuesday como "Dia Nacional de Qualquer Coisa".

Baldwin publicou no Instagram uma gravação em que disse que sua participação nas redes sociais é uma forma de psicose e legendou o vídeo com a seguinte frase: "Vou dar uma pausa nas redes sociais por um tempo."


Na sequência, postou um segundo vídeo mostrando um campo florido e disse: "Fazendo uma pausa para cheirar as flores. (Somente postando publis exigidos contratualmente).

Ver essa foto no Instagram

Taking a break to smell the flowers. (Only posting contractually required promotions)

Uma publicação compartilhada por Alec Baldwin (@alecbaldwininsta) em

ENTENDA O CASO

Na terça-feira (2), nos Estados Unidos e também aqui no Brasil, artistas e grande parte das industria musical postaram um foto em preto nos seus respectivos perfis do Instagram como forma de "se desconectar do trabalho" como resposta à morte de George Flody.

Naquela data, na contramão do que acontecia, Baldwin anuciou um podcast com o Woody Allen para divulgar um livro do cineasta. Diante das críticas que recebeu na internet, ao jornal Daily Mail, o ator disse: "A vida profissional de algumas pessoas não pode ser suspensa pelos caprichos do politicamente correto... Postar uma tela preta hoje ou em qualquer outro dia, embora seja um sentimento decente, não é uma postura política eficaz."

O ator foi duramente criticado nas redes sociais. "Como uma mulher negra e uma grande fã, estou realmente decepcionada", disse uma seguidora. "Estou fora, você está surdo e é o resumo do privilégio branco", exclamou outra.