Famosos e TV Apontado como símbolo da plateia elitizada do Itaquerão, Luciano Huck condena xingamentos a Dilma 

Apontado como símbolo da plateia elitizada do Itaquerão, Luciano Huck condena xingamentos a Dilma 

Apresentador, que apoia Aécio Neves, classificou como falta de educação a atitude da plateia

Apontado como símbolo da plateia elitizada do Itaquerão, Luciano Huck condena xingamentos a Dilma 

Luciano Huck e Angélica no Itaquerão

Luciano Huck e Angélica no Itaquerão

Reprodução/Instagram

Luciano Huck deixou claro que não aprovou os xingamentos feitos a Dilma Roussef na abertura da Copa do Mundo, no Itaquerão na quinta (12). Apoiador da candidatura de Aécio Neves, do PSDB, à presidência e citado pela imprensa como exemplo da plateia rica e elitizada que assistiu ao Brasil e Croácia, o apresentador fez questão de se posicionar contrário aos impropérios ditos pela plateia que classificou como "falta de educação".        

— Não achei legal xingar a presidenta da República. Pode gostar ou não, acompanhar ou não as suas ideias e sua condução do país, mas não pode xingar porque é uma falta de educação, e somos um país, um povo educado, e não pode ser mal-educado.      

O apresentador ainda disse que a experiência de ver o Brasil jogando no Brasil foi "única" e "incrível", mas criticou a falta de informações ao redor do estádio construído para sediar a abertura do mundial 2014.      

— Confesso que foi um pouco perrenguinho para entrar e sair do estádio. Falta um pouco de informação para as pessoas que chegam ao estádio para assistir aos jogos.