Ator de 'Riverdale' se defende após ser acusado de assédio sexual

Cole Sprouse negou as informações que vieram a partir de uma conta anônima no Twitter e disse que 'acusações falsas danificam vítimas reais'

Cole Sprouse é acusado de assédio sexual

Cole Sprouse é acusado de assédio sexual

Reprodução/Instagram

Cole Sprouse, da série Riverdale, foi acusado de assédio sexual por uma conta anônima no domingo (21). Ele disse que as alegações são falsas.

Além dele, os colegas de elenco também foram envolvidos na história. 

"Acusações falsas causam um tremendo dano às vítimas de um assédio de verdade. Ainda, eu nunca silenciaria alguém. Peço para que as pessoas reparem nas próprias acusações, pelos eventos detalhados não terem acontecido de verdade", disse Sprouse.

Ele também falou que leva as acusações "muito à sério" e que recorrerá "aos times certos para chegar ao cerne da questão". Com isso, o ator deu a entender que acionará a justiça para tratar do caso.

A conta anônima era recém-criada no momento em que realizou as postagens.

A acusação anônima

As alegações diziam que Sprouse estuprou a pessoa que escrevia durante uma festa, em 2013, na New York University (NYU), onde o ator se formou. Depois dos dois, supostamente, terem flertado, eles teriam ido para o quarto.

A conta anônima relatou que ele teria empurrado a pessoa contra a cama e colocou as mãos por de baixo da camiseta dela. A história também dizia que a vítima pedia para Sprouse parar com o que estava fazendo.

Depois, ela falou que foi para casa tomar um banho e que nunca falou sobre isso antes, porque não achava que iriam acreditar nela.

Os internautas ficaram divididos sobre a veracidade das afirmações. Alguns acreditaram e disseram que "isso só veio à tona porque muita gente demora para adquirir coragem para falar".

Outros usuários da web, no entanto, suspeitaram das informações pela conta ter sido recém-criada e não ter nenhum outro tuíte. "Eu acho que são robôs", disse uma outra pessoa.