'Câmera Record' é finalista da 26ª edição do Prêmio CNT de Jornalismo

Programa concorre com a reportagem 'Transnordestina: da esperança ao abandono', que mostrou os reflexos da obra inacabada na vida dos brasileiros

Jornalístico concorrente na categoria Televisão

Jornalístico concorrente na categoria Televisão

Divulgação/Record TV

O Câmera Record é um dos finalistas da 26ª edição do Prêmio CNT de Jornalismo — promovido pela Confederação Nacional do Transporte e um dos mais relevantes do Brasil. O programa, que foi exibido em 19 de agosto de 2018, concorre com a reportagem Transnordestina: da esperança ao abandono, nas categorias principal e televisão. 

Uma comissão de pré-avaliadores, composta por cinco jornalistas com experiência acadêmica, analisou aspectos como importância para o "setor de transporte, para o transportador e para a sociedade; qualidade editorial; criatividade/originalidade; e atualidade dos temas". 

Ao todo, 31 trabalhos concorrem ao prêmio principal de R$ 60 mil. Os vencedores nas demais categorias vão receber, cada um, R$ 35 mil. De acordo com a CNT, o resultado será apresentado durante o mês de novembro e a premiação entregue no dia 4 de dezembro, em Brasília, no Distrito Federal. 

Transnordestina: Da Esperança ao Abandono

Reportagem foi ao ar em agosto de 2018

Reportagem foi ao ar em agosto de 2018

Divulgação/Record TV

Os repórteres Romeu Piccoli, Henrique Beirangê e Michel Mendes percorreram quase 2 mil quilômetros pelo sertão nordestino para mostrar os reflexos da obra inacabada na vida de milhares de brasileiros. 

Inicialmente, a privisão era que a Transnordestina tivesse 1.753 quilômetros de extensão e cortasse 81 cidades da região, partindo de Eliseu Martins, no Piauí, em direção aos portos de Pecém, no Ceará e Suape, em Pernambuco. No entanto, a reportagem do Câmera Record se debarou com uma realidade bem diferente e constatou apenas trechos de ferrovia que ligavam nada a lugar nenhum. 

A edição também é resultado do trabalho de Henrique Beirangê, repórter investigativo, Michel Mendes, imagens, Rafael Ramos, Renan Larangeira e Daniel Salvia, sonoplastia, Lucas Augusto, edição de pós-produção, Fabiana Lopes, coordenação de edição, Diego Molina e Pablo Soares, arte, Natália Florentino, finalização, Renata Garofano, chefe de reportagem, Mateus Munin, chefe de pauta, Gustavo Costa, editor-executivo, Pablo Toledo, editor-chefe e Rafael Gomide, chefe de redação.

Assista ao programa completo