Famosos e TV Cantora é agredida pelo marido em shopping do Rio de Janeiro

Cantora é agredida pelo marido em shopping do Rio de Janeiro

Denúncia foi feita pelo irmão de Quesia Freitas, o também cantor Juninho Black, que divulgou as imagens nas redes sociais em busca de justiça

  • Famosos e TV | Do R7

A cantora Quesia Freitas foi agredida pelo próprio marido em um shopping no Rio de Janeiro. O irmão da artista, o também cantor e compositor Juninho Black, foi quem fez a denúncia ao publicar um vídeo da agressão no perfil dele nas redes sociais.

Nas imagens, o marido de Quesia a pega com força pelo braço e é contido por três homens que conseguem desvencilhar a cantora do companheiro.

Em um longo desabafo, a fim de buscar justiça, o irmão de Quesia afirmou que as agressões acontecem há cerca de um ano.

Quesia foi agredida pelo marido em shopping

Quesia foi agredida pelo marido em shopping

Reprodução/Instagram

"Minha irmã vem sofrendo tortura psicológica, abuso emocional, agressões físicas e coação. Resolvi trazer a público o caso agora depois de perdoar várias vezes. Ele a agrediu, dessa vez, em público e repercutiu através do Instagram @recreionosso e outros grupos. Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio. Tenho outros vídeos de agressões em local público e as autoridades ainda não colocaram esse animal na cadeia", relatou Juninho.

"A gente só acredita quando acontece dentro da nossa família e, infelizmente, dessa vez está acontecendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o apelo para que esse coverde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele tem que estar atrás das grades . Peço ajuda a todos vocês amigos e artistas compartilhem o caso e a foto dele para chamar atenção da Justiça", completou.

Depois da repercussão do caso, Quesia postou uma foto que remete a agressão à mulher e escreveu na legenda: "Chega de omissão".

Em entrevista ao R7, Juninho Black, irmão da cantora, falou que está em um retiro com acompanhamento psicólogico e psquiátrico pois, segundo ele, Quesia ficou muito "abalada psicologicamente".

Além das agressões, Juninho disse que a irmã era proibida pelo marido de sair do condomínio onde eles moravam e a mantinha em "cárcere privado". O cantor também afirmou que Quesia pediu o divórcio, porém, o marido negou e não assinou a documentação.

A cantora já registrou boletim de ocorrência, pediu medida protetiva contra o marido e vai depor na delegacia sobre o caso nesta quinta-feira (26). A polícia tenta localizá-lo, já que ele fugiu depois das agressões.

Veja as publicações

Últimas