Carla Cristina revela que ganhava R$ 500 por cada show de As Meninas

Sucesso no fim dos anos 1990, com o hit 'Xibom Bombom', cantora afirma que a única pessoa que recebeu muito dinheiro com o projeto foi o empresário 

Grupo 'As Meninas' fez muito sucesso no fim dos anos 1990

Grupo 'As Meninas' fez muito sucesso no fim dos anos 1990

Reprodução/Instagram/Divulgação

Carla Cristina, ex-vocalista do grupo As Meninas —sucesso no fim dos anos 1990—, revelou que à época do hit Xibom Bombom recebia, em média, R$ 500 por cada show. Em conversa para o canal Lisa, Leve e Solta, no YouTube, a cantora afirmou que apenas o empresário ganhou dinheiro com o projeto musical, mas que agora consegue manter uma vida confortável com o trabalho artístico. 

"Na verdade, sempre tive uma condição financeira confortável. Minha família é bem estruturada. Vivo muito bem da música, consigo manter um padrão de vida confortável. Mas, na época de As Meninas, ficavam meu pai e minha mãe pagando as contas. Ganhava por show uns R$ 500 e as meninas ganhavam bem menos, uns R$ 100. Isso me incomodava muito. Elas estavam com a cara no projeto, na televisão e não tinham condições de comprar um carro para se locomover. Gastavam dinheiro de transporte, de táxi... Era bem delicado", revelou. 

A cantora disse, ainda, que existe o desejo de reunir todas as meninas em uma turnê comemorativa. O projeto, no entanto, depende do interesse de um patrocinador e da disponibilidade de algumas das ex-integrantes, que hoje em dia estão morando fora do Brasil. 

O Grupo As Meninas surgiu em 1997, em Salvador, na Bahia. As oito amigas, que se apresentavam por bares, ganharam fama nacional com o hit Xibom Bombom. À época, elas passaram a frequentar programas de televisão e a fazer shows por todo o país. Em 2007, já sem Carla Cristina no comando, a banda chegou ao fim.