Corpo de Gugu Liberato chega a cemitério na zona oeste de SP

Caixão é levado em carro aberto do Corpo de Bombeiros desde a Alesp e filho de apresentador tem autorização para acompanhar corpo no veículo

Carro dos Bombeiros transporta corpo de Gugu até cemitério

Carro dos Bombeiros transporta corpo de Gugu até cemitério

Joyce Ribeiro/R7

Sob fortes aplausos e músicas que marcaram a carreira de Gugu Liberato, como o sucesso "Pintinho Amarelinho", o público presta a última homenagem ao apresentador na manhã desta sexta-feira (29). O corpo do apresentador chegou ao jazigo da família no cemitério Gethsemani, no Morumbi, na zona oeste de São Paulo, às 11h23. 

Transportado em um carro aberto do Corpo de Bombeiros, o corpo percorreu um trajeto que teve ponto de partida a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), na zona sul da cidade. Emocionado, João Augusto Liberato, o filho do apresentador, pediu autorização à equipe dos Bombeiros e ao Comando da Polícia Militar para acompanhar o percurso. 

Por volta das 11h30, familiares e amigos do apresentador chegaram ao local em vans. Minutos depois, o veículo dos Bombeiros chegou ao cemitério sob aplausos dos fãs. Enquanto o carro entrava no local, o público cantava em homenagem ao apresentador: "ei Gugu, já disse que eu te amo", uma homenagem gravada e reproduzida no programa Canta Comigo, da Record TV

Os filhos do apresentador e a mulher se sentaram próximos ao caixão para acompanhar o sepultamento. A mãe de Gugu,  Maria do Céu, de 90 anos, chegou em cadeira de rodas acompanhada da filha Aparecida Liberato. 

Algumas pessoas invadiram as áreas isoladas para acompanhar com mais proximidade o sepultamento. A maior parte dos fãs, porém, acompanhou no entorno das grades. Somente no momento chegada do corpo no carro dos Bombeiros houve correria.