Morte Domingos Montagner

Famosos e TV Domingos Montagner é encontrado morto aos 54 anos

Domingos Montagner é encontrado morto aos 54 anos

Protagonista de Velho Chico desapareceu após mergulho rio Xingó, em Sergipe

  • Famosos e TV | Do R7

Domingos Montagner morreu aos 54 anos nesta quinta-feira (15)

Domingos Montagner morreu aos 54 anos nesta quinta-feira (15)

Divulgação/ Globo

Domingos Montagner morreu nesta quinta-feira (15), aos 54 anos, após um mergulho no rio São Francisco, em Canindé do São Francisco, em Sergipe, onde gravava as cenas finais da novela Velho Chico, da qual era o protagonista.

O corpo foi encontrado preso em pedras entre 20 e 25 metros de profundidade, próximo à usina de Xingó. O corpo foi transferido para Aracaju, onde será feita a autopsia. 

Depois de almoçar com Camila Pitanga, o intérprete de Santo resolveu tomar um banho de rio, mas não retornou à superfície.

Camila Pitanga, em depoimento na delegacia de Canindé de São Francisco, contou que estava com Domingos Montagner no momento do acidente. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, os dois teriam resolvido nadar na Prainha de Canindé, no Rio São Francisco, por volta das 14h. Com o aumento da correnteza, o ator teria sido arrastado pela força das águas, enquanto Camila conseguiu se salvar.

Ainda conforme informações da entidade, afogamentos na região acontecem com certa frequência, principalmente com turistas que não conhecem os perigos do Rio, que em certos pontos tem profundidade de até 30 metros.

Bombeiros, policiais e pescadores de Sergipe e Alagoas, além de mergulhadores e do resgate aéreo, trabalharam nas buscas pelo corpo, que foi encontrado por volta de 18h.

Relembre a trajetória de Domingos Montagner

Domingos Montagner, protagonista de Velho Chico, começou a carreira no circo nos anos 1980, em sua companhia de teatro, a La Mínima. Na década de 1990, ele se tornou referência no teatro como palhaço.

A primeira novela de Domingos foi Cordel Encantado, na Globo, em 2011. Porém, antes da trama, ele já tinha atuado na televisão nos seriados Mothern (2008), Força Tarefa (2010), A Cura (2010) e Divã (2011).

Depois da estreia em novelas, o galã não parou mais de ser escalado para os folhetins. Em 2012, Domingos atuou na série O Brado Retumbante, na qual interpretou o presidente Paulo Ventura. No mesmo ano, deu vida ao conquistador Zyah, na novela Salve Jorge, na qual vivia um guia turístico que morava nas montanhas da Capadócia, na Turquia. O guia se apaixonava por Bianca (Cleo Pires) e vivia um intenso amor.

O ativista Mundo, de Joia Rara, conquistou o público em 2013. No ano seguinte, mais um protagonista: Miguel, de Sete Vidas. Cheio de conflitos internos, o personagem descobria ser pai de sete filhos, todos eles após ter se tornado doador de espermas.

Em 2016, Domingos deu vida ao protagonista de Velho Chico, o personagem Santo dos Anjos, que vivia um intenso amor com Maria Tereza (Camila Pitanga), mesmo com toda a rivalidade entre as famílias deles.

Antes de desaparecer, Domingos Montagner foi clicado ao lado de Camila Pitanga em Sergipe

No cinema, Domingos estava divulgando o filme Um Namorado Para Minha Mulher, estrelado por Ingrid Guimarães, no qual ele interpretava um palhaço e artista circense. Ele também atuou no curta-metragem A Noite dos Palhaços Mudos (2012), e nos longas A Grande Vitória (2014), Através da Sombra (2015), De Onde Eu Te Vejo (2016), Vidas Partidas (2016), entre outros.

No teatro, ele atuou em peças como À La Carte (2001), Feia – Uma comédia circense (2006), Reprise (2007), Mistero Buffo (de 2012 até 2016).

O ator era casado com Luciana Lima desde 2001 e deixou três filhos: Leo, de 13 anos, Antônio, de 8, e Dante, de 5.

Veja imagens sobre o local do desaparecimento de Domingos Montagner

Famosos comentam desaparecimento de Domingos Montagner

Últimas